PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Cuidados com suplementos alimentares para adolescentes
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Cuidados com suplementos alimentares para adolescentes

Cuidados com suplementos alimentares para adolescentes

01/02/2017
  1618   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Num estudo bem interessante publicado na edição de fevereiro 2017 de Pediatrics, um pesquisador se passou por um jogador de futebol de 15 anos de idade, tentando aumentar seus músculos e telefonou para 244 lojas de alimentos saudáveis, nos EUA, para perguntar se ele deveria comprar o popular suplemento desportivo, chamado de creatina.

Apesar das recomendações contra o uso deste suplemento para menores de 18 anos feitos pela Academia Americana de Pediatria e do American College of Sports Medicine, mais de dois terços (67%) dos assistentes de vendas em lojas de todo o país responderam que poderia ser uma alternativa.

A creatina é um composto que ocorre naturalmente no organismo, pois está envolvido na produção de energia do corpo. Neste estudo, cerca de 40% dos vendedores recomendaram creatina sem alertar, enquanto um adicional de 29% recomendou quando solicitado especificamente. Os atendentes de venda masculinos eram mais favoráveis ​​do que os atendentes de vendas mulheres em recomendar a creatina e 74% dos atendentes das vendas disseram que o garoto poderia comprar a creatina sem qualquer farmácia.

Os autores do estudo sugerem que os pediatras devem informar seus pacientes adolescentes, especialmente os atletas, sobre métodos seguros e saudáveis ​​para melhorar o desempenho atlético e desencorajá-los a usar a creatina ou reforços de testosterona por causa de efeitos desconhecidos a longo prazo. Eles também pediram aos varejistas e legisladores estaduais que considerassem proibir a venda desses produtos a menores.

Qualquer pai de adolescente sabe o quanto é difícil convencer seus filhos e filhas a se comportar saudavelmente e a influencia que as próprias academias e professores de educação física exercem nestes jovens, fazendo orientações erradas e muitas vezes danosas à saúde.

Saiba mais:

  1. https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/prevenir-adolescente-quanto-ao-uso-de-substancias-dopantes-nas-academias/
  2. https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/o-uso-de-suplementos-alimentares/

 

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics January 2017

Dietary Supplements and Young Teens: Misinformation and Access Provided by Retailers

Maguire Herriman, Laura Fletcher, Alexis Tchaconas, Andrew Adesman, Ruth Milanaik

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.
Instituto Pensi

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade