PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Dá pra melhorar
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Dá pra melhorar

Dá pra melhorar

14/09/2016
  701   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Algum tempo atrás escrevi um post sobre a importância do fio dental para o processo de higiene bucal com o título: “O mal-amado fio dental”. Foi uma decepção para mim, decepção porque na época foi o meu texto menos lido, não fiquei triste porque não leram o meu post, mesmo porque a opção da leitura é de cada um, mas porque além de eu adorar o fio dental, não consegui passar para a maioria de meus leitores a importância dessa prática. Porém comprovei a baixa aceitação desse produto na rotina da higienização bucal.

Agora volto ao tema por uma razão bem polêmica que vou explicar. O governo americano publica regularmente um guia denominado “Dietary Guideline for Americans”, um manual usado para direcionar as políticas de saúde nos Estados Unidos. Todas as recomendações descritas lá devem ser cientificamente comprovadas, e pasmem…o governo declarou que a efetividade do fio nunca havia sido confirmada, pois os resultados mostraram que as evidências sobre a eficácia do uso do fio dental eram “fracas”, “não confiáveis” ou de qualidade “muito baixa”. Tomei um susto danado, eu e a absoluta maioria dos dentistas de bom senso.

jose_reynaldo_da_pra_melhorar_14_09_2016

Aí eu pergunto, precisamos de evidências científicas para algo que é tão óbvio? Sou formado há 35 anos, nesse tempo de atuação profissional atendi milhares de pacientes de todos os perfis sociais, idade, condição clínica e principalmente os que higienizam adequadamente ou não. Já vi muita boca, de recém-nascidos a idosos desdentados, posso afirmar categoricamente, o fio dental é essencial!

Estamos em época de campanhas eleitorais pelo país, serão eleitos os novos prefeitos das cidades, um dos motes das campanhas é falar mal do adversário ou se não dá para falar mal de um projeto que deu certo refaz-se a crítica de uma maneira mais branda: “Dá para melhorar”.

jose_reynaldo_da_pra_melhorar_14_09_2016_02

Talvez seja isso que eu falaria para vocês a respeito da higiene bucal, a escovação dental é sensacional, mas dá pra melhorar: se usar o fio dental e modificarmos nossos hábitos e atitudes.

Na semana passada estive no aniversário de uma paciente minha, a Isabella. Ela estava fazendo 7 anos. A Isabella é linda, e um doce de menina, sim um doce. Inspirada na doçura da filha, a mãe Micheli preparou guloseimas deliciosas como brigadeiros, beijinhos e o bolo, ao terminar o “Parabéns” recebemos uma cestinha de vime contendo uma maçã e uma bolsinha com o nome da Isabella, dentro da bolsinha uma toalhinha, creme dental e escovinha de dentes.

 

Confesso que já não vou a tantos aniversários de crianças, meus filhos já cresceram e não é mais tão habitual para mim, mas a ideia da Micheli foi sensacional. “Aproveitem crianças, divirtam-se, comam à vontade, mas depois não se esqueçam de escovar os dentinhos”. Não sei se isso está sendo comum por aí, mas é um alento e tanto saber que tem gente se preocupando com isso.

jose_reynaldo_da_pra_melhorar_14_09_2016_03

Comento sempre com os pais de meus pacientezinhos do consultório sobre essa prática comum da criançada. Eles vão aos aniversários, divertem-se à vontade, vem o “parabéns” e a farta distribuição de doces. Como o “parabéns” é no final da festa, a criançada vai embora logo e depois de se esbaldar na festa apagam de cansaço ao chegar em casa. Quem aí acorda o filhote para escovar os dentes? Poucos, né? É normal, isso acontece na maioria das vezes, por isso receber um presentinho desses é bem melhor do que um saquinho cheio de balas e chocolates. Pensem nisso.

E se querem um conselho de quem vive olhando em bocas de crianças há anos, esqueçam as evidências exigidas pelo governo americano, minha experiência profissional me dá o direito de afirmar, sem errar: use o fio dental, passe o fio dental nos dentes da criançada. As evidências aparecerão em um futuro próximo traduzido por sorrisos lindos e saudáveis.

Jose Reynaldo Figueiredo

Jose Reynaldo Figueiredo

Formado há 35, José Reynaldo Figueiredo é pai da Marina e do Lucas. É responsável pela Clínica Sorrisos Especiais (sorrisosespeciais.com.br). Presidente da Associação Brasileira de Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais - ABOPE. Especialista em Odontopediatria, Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais e Implantodontia. Mestre em Odontologia Social e Doutor em Ciências Odontológicas, pela FOUSP. Escreve para o Portal Local Odonto, adora correr maratonas e ser dentista de crianças.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade