11 2155-9358
Institucional Blog Pesquisas CEP FJLES Cursos
Data inicial
Estágio Hospitais Boletins Releases Parcerias
Ícone Data Final
Busca rápida
Busca avançada
Institucional Voluntariado Parcerias Releases Boletins
Data inicial
Núcleos Cursos Estágios Hospitais Blog
Ícone Data final
Busca rápida
Busca avançada
pais e três filhos sentado em um jardim lendo uma história juntos

Os pais não são os únicos que devem se ajustar à doença ou deficiência de uma criança. A vida muda para toda a família.

Os pais que têm que prestar atenção extra a uma criança com uma doença crônica ou deficiência, podem enfrentam o problema de irmãos e irmãs sentirem-se negligenciados. Eles também podem ter dificuldade em aprender a conviver com o estresse de ter um irmão com um problema crônico de saúde ou deficiência.

Como os irmãos podem se sentir:

E o que os pais podem fazer?

Esteja ciente de que, enquanto atende às necessidades de seu filho com uma doença crônica ou deficiência, você pode estar negligenciando – ou criando expectativas injustas para – seus outros filhos. Às vezes, irmãos podem se sentir invisíveis a menos que exijam atenção.

No entanto, os irmãos podem aprender a participar da família e sentir orgulho e amor em ajudar seu irmão ou irmã com seu problema de saúde. A presença de um membro da família com uma doença crônica oferece oportunidades para maior empatia, responsabilidade, adaptabilidade, resolução de problemas e criatividade.

1- Tente estabelecer algum equilíbrio entre as necessidades do seu filho com um problema crônico de saúde ou deficiência e os de seus outros filhos;

2- Passar algum tempo com cada criança individualmente pode ajudar;

3- Desenvolva um relacionamento especial com cada um dos seus filhos;

4- Tenha em mente que os irmãos precisam ter informações honestas sobre a condição e ter suas perguntas ouvidas e respondidas.

Sinais de irmãos estão tendo problemas: Quando há uma criança com uma doença crônica ou deficiência em sua família, seus outros filhos podem ter efeitos negativos. Os sinais de aviso dos irmãos de seu filho com uma condição crônica de saúde ou deficiência podem precisar de alguma atenção extra:

Se estiver preocupado, peça ajuda ao pediatra do seu filho. Ele ou ela pode encaminha-lo para psicólogos, assistentes sociais, terapeutas familiares, ou grupos de apoio para irmãos de crianças com problemas crônicos de saúde ou deficiências.

Você não deve esperar ou tentar resolver essas preocupações relacionadas aos irmãos de seu filho com uma doença crônica ou deficiência por si mesmo.

Desenvolvendo Resiliência em Sua Família 

Toda família aprenderá como abraçar e demonstrar amor por uma criança com um problema crônico de saúde ou deficiência.

Não há maneira certa ou errada de os irmãos viverem e crescerem juntos; em vez disso, toda família deve buscar seu próprio equilíbrio e determinar quais são algumas estratégias e apoios que ajudam a criança com problemas crônicos de saúde e seus irmãos a se desenvolverem e a serem resilientes.

O objetivo final é construir forças internas e habilidades de enfrentamento em seu filho com um problema crônico de saúde ou deficiência e em todos os membros de sua família.

Muitos fatores influenciarão esse processo, incluindo o curso da condição crônica e os recursos e recursos externos e internos disponíveis para a criança com necessidades especiais, seus irmãos e o restante da família.

Enquanto a maioria das famílias com problemas crônicos de saúde ou deficiências enfrentam momentos de medo e desespero, muitas também desenvolvem uma resiliência interna, uma criatividade e uma proximidade ou coesão que ajuda as crianças com e sem problemas crônicos de saúde e o resto da família a gerenciar e lidar com os muitos estressores que podem se desenvolver com o tempo.

Muitas vezes, como resultado dessas experiências, adultos e crianças aprendem sobre suas forças e limitações, falam mais abertamente e aprendem novas maneiras de resolver problemas que estimulam o domínio e o orgulho.

Atuando no futuro

Continue reavaliando as necessidades e metas para o seu filho com doença crônica ou incapacidade, seus irmãos e sua família.

Esteja disposto a aprender novas habilidades, procurar por apoios e fazer mudanças, conforme necessário, que sirvam à criança com o problema crônico de saúde, seus irmãos e todos os demais membros da família.

Tanto quanto possível, envolva todos os seus filhos na tomada de decisão compartilhada sobre qualquer assistência médica que os afete.

Mantenha-se informado e dê crédito a si mesmo por todo o trabalho árduo que você e sua família fizeram e pela resiliência que você desenvolveu em sua família.

Saiba mais sobre este assunto no blog do Hospital Infantil Sabará:

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Fonte Comitê sobre Aspectos Psicossociais da Saúde da Criança e da Família (Copyright © 2014 American Academy of Pediatrics)

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Avatar
Dr. José Luiz Setúbal
Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade