PESQUISAR

Residência Médica
Residência Médica
Febre: entenda o que é e saiba como reconhecê-la
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Febre: entenda o que é e saiba como reconhecê-la

Febre: entenda o que é e saiba como reconhecê-la

09/07/2012
  569   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Atente-se às dicas e descubra quando o mal-estar do seu filho precisa de uma atenção médica

O que é febre?

A febre é o aumento da temperatura corporal. A causa do desconforto é descoberta mediante a medição de temperatura e existem várias formas para fazê-la. Para entender melhor, veja abaixo os valores do termômetro que traduzem o mal-estar e nos direcionam para um estado febril:

– Temperatura retal: acima de 38ºC;
– Temperatura oral: acima de 37,8ºC;
– Temperatura da axila: acima de 37,2ºC;
– Termômetro auricular: acima da orelha 38ºC;
– Termômetro da testa: acima 38ºC.

As temperaturas do ouvido, das axilas e da testa são mais fáceis de medir que a temperatura retal ou oral, mas elas não são tão precisas. A sensação térmica é menos importante, se comparado em como seu filho doente se apresenta para você. Se você acha que a criança está com febre e doente, procure um atendimento médico.

Qual é a melhor maneira de medir a temperatura do meu filho?

A forma mais precisa é pela temperatura retal, mas ela não é bem aceita no Brasil.

As temperaturas medidas pela boca também são confiáveis, quando realizadas em crianças que têm, pelo menos, 4 anos de idade. Abaixo, apresentamos a maneira correta de medir a temperatura pela boca:

– Espere, pelo menos, meia hora após a criança ter ingerido algo quente ou frio;
– Lave o termômetro com água fria e sabão e, em seguida, enxague-o;
– Coloque para trás a ponta do termômetro, debaixo da língua do seu filho. Peça a ele ou ela para segurá-lo com os lábios e não mordê-lo;
– Mantenha os lábios selados em torno do termômetro. Sendo de vidro, ele demora cerca de 3 minutos para medir a temperatura correta. Os digitais podem demorar menos de 1 minuto;
– As temperaturas do ouvido, das axilas e da testa não são tão precisas quanto à temperatura retal ou oral.

O que causa febre?

A causa mais comum de febre em crianças é a infecção. Elas podem ficar nesse estado febril, se houver:

– Resfriado ou gripe;
– Uma infecção das vias aéreas, como crupe ou bronquiolite;
– Um problema no estômago ou intestino;
– Em alguns casos, as crianças podem ter febre após tomar uma vacina.

Quando devo levar o meu filho ao médico?

Você deve levá-lo, se ele se incluir nas seguintes situações:

1- Ter menos de 3 meses e estar com uma temperatura retal de 38ºC ou superior; Dessa forma, o bebê deve ser levado à uma consulta, mesmo se ele ou ela parecer normal;
2- Estar entre 3 e 36 meses, com uma temperatura retal de 38ºC ou mais, durante mais de 3 dias;
3- Sempre que seu filho parecer doente ou estar “chatinho”, irritadiço, ou se recusar a beber líquidos;
4- Crianças de qualquer idade também devem ir ao médico se:

A temperatura axilar, oral, retal, auricular ou da testa estiver com 40ºC ou superior;
A temperatura axilar estiver com 39,4ºC ou superior;
Ocorrer uma convulsão provocada pela febre;
As febres se manterem constantes;
A criança estiver sob algum tratamento médico;
Apresentar manchas pelo corpo.

O que posso fazer para ajudar meu filho a se sentir melhor?

– Oferecer a ele líquidos para beber;
– Incentivá-lo a descansar tanto quanto quiser. Não force a criança dormir ou descansar. Ela poderá voltar às atividades regulares depois que estiver com a temperatura normal por 24 horas;
– Banhos mornos podem ajudar a baixar a temperatura e dar algum conforto às crianças.

Como são tratadas as febres?

Isso depende do que está causando a febre. Muitas crianças não necessitam de tratamento. Aquelas que possam precisar, deverão fazer o tratamento com:

– Antibióticos para combater à infecção que causa a febre. Esses medicamentos funcionam apenas em infecções causadas por bactérias, e não naquelas ocasionadas por vírus. Esses remédios devem ser sempre usados com orientação médica;
– Medicamentos antitérmicos podem ajudar a diminuir a febre. Mas eles não são sempre necessários. Crianças com temperaturas abaixo de 38ºC e que estão bem, ativas e aceitam líquidos, podem ficar em observação;
– Se você não sabe a melhor forma de lidar com a febre do seu filho, ligue para o médico. Nunca dê aspirina a uma criança menor de 18 anos de idade, pois ela pode causar uma condição perigosa chamada de síndrome de Reye.

Por: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Revisão da literatura atual através de: fevereiro 2012. Este tópico teve última atualização: 16 de junho de 2011.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • daiane silveira disse:

    meu filho tomou 3 vacinas de uma vez,ele este com 1ano e 3 meses e chegou a 40graus de febre, ao chegar no hospital elecomeçou a vomitar poderia ser uma convução??

  • CLEVERSON disse:

    Meu filho já teve 3 convulsões devido a febre. Nao é uma regra ele ter febre e convulsionar. eu e minha esposa ficamos muito apreensivos quando ele tem febre. existe riscos? Existe algum medicamento que pode ser usado no período da febra para nao haver a convulsão? Obg Cleverson

    • Equipe Sabará disse:

      Oi Cleverson, tudo bem? Desculpe pela demora em respondê-lo e obrigado pela confiança. Como você leu em nosso artigo, caso a criança apresente convulsões durante a febre é importante uma avaliação médica. Abraços! =)

posts relacionados

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade