PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Os cuidados com relação à natação
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Os cuidados com relação à natação

Os cuidados com relação à natação

21/02/2013
  3355   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Saiba como fazer da prática um ponto positivo para a saúde das crianças

natação infantil

Nesta época de calor, as crianças adoram brincar na água. Pensando nisso, aqui vão algumas recomendações práticas para manter os riscos sob controle, um pouco além do famoso: “água no umbigo, sinal de perigo”.

Bebês ou crianças podem usar fraldas na água?

Vários tipos de fraldas são projetados para uso subaquático por serem a prova d’água e se encaixarem de maneira confortável em torno das coxas e na cintura da criança. Atente-se se o seu filho tiver uma evacuação enquanto estiver na água, pois o material fecal pode escapar e conter germes causadores de diarreia, incluindo o parasita Cryptosporidium – que pode contaminar a água da piscina ou outras áreas de natação. Em pessoas saudáveis, a infecção por Cryptosporidium causa dores de estômago e diarreia. As consequências podem ser mais graves para as pessoas que têm sistemas imunológicos fracos.

Urina na água é menos arriscada que as fezes, mas é difícil separar os dois quando as crianças usam fraldas. Se você optar por permitir que seu filho nade com ela, faça intervalos regulares para mudá-la ou para que ele use o banheiro. Não permita que a criança nade se ela tiver com sintomas de diarreia e nem que entre em banheiras de hidromassagem ou spas com fraldas.

É arriscado para as crianças engolir água da piscina?

Em um momento ou outro, seu filho tomará alguns goles de água da piscina. Isso acontece, especialmente, quando ele começa a aprender a nadar. Quando ela é pouco ingerida, não há motivo para preocupação, mas, em excesso, pode acarretar doenças. Não permita que seu filho beba água da piscina e sempre o incentive a cuspi-la.

Crianças que têm imobilização podem nadar?

Depende do tipo de elenco:

Gesso: se o seu filho tem uma imobilização de gesso sobre algodão (tipo clássico), ele ou ela deve ficar fora da água. No geral, as tentativas de proteger o molde de gesso com filmes ou sacos plásticos não são eficazes.

De fibra de vidro: se o seu filho tem uma imobilização deste tipo, revestida com um forro de repelente de água, nadar com ela é viável. Contudo, é preciso haver a permissão do médico. Depois do mergulho, é importante enxaguar o interior do molde com água limpa ou com ar seco.

As crianças podem nadar se tiverem tubos de ouvido?

Se o seu filho tem tubos de ouvido – cilindros minúsculos colocados através do tímpano para drenar o líquido e permitir que o ar passe para o ouvido médio – converse com o seu médico sobre a proteção quanto à natação. Alguns recomendam que as crianças que têm tubos de ouvido usem tampões ou tampas de natação para impedir a entrada de bactérias no ouvido médio transmitidos pela água. No entanto, o uso rotineiro desse elemento pode ser necessário apenas quando as crianças mergulharem ou nadarem em águas não tratadas, como lagos e rios.

Qual é a melhor maneira de prevenir a otite externa?

• Incentive o seu filho a usar protetores de ouvido ao nadar;

• Seque as orelhas da criança com uma toalha ou secador de cabelo em um nível baixo depois de nadar;

• Use gotas otológicas específicas para isto – ou uma mistura de 1-para-1 de álcool isopropílico e vinagre branco, desde que o seu filho não use tubos de ouvido – para limpar a água de orelha;

• Não use cotonetes nos ouvidos do seu filho, pois pode riscar o canal do ouvido e criar um local em potencial para a infecção.

Sobre os olhos vermelhos depois de nadar?

Exposição ao cloro pode deixar seu filho com olhos vermelhos ou inchados. Para aliviar o desconforto e reduzir a vermelhidão após o banho, lave os olhos da criança com um colírio estéril ou uma solução de lágrimas artificiais. Para evitar esse quadro, incentive o pequeno a usar óculos enquanto nada.

Qual é a melhor idade para começar as aulas de natação?

Muitas crianças aprendem a andar de bicicleta e a nadar por conta própria – muitas vezes no verão, antes do jardim de infância. A Academia Americana de Pediatria apoia as aulas de natação para crianças de mais de 4 anos. Se você optar por inscrever seu filho que tem a faixa etária abaixo da recomendada em um programa de natação, escolha um que não force a colocação subaquática. Isso limitará a quantidade de água que seu filho pode engolir.

As crianças podem nadar quando estão doentes ou têm cortes e arranhões?

É bom para as crianças que têm resfriados ou outras doenças menos importantes nadarem quando se sentirem bem o suficiente para isso. Não há problemas com as crianças que possuem cortes e arranhões, desde que as feridas não sangrem.

Que tal nadar depois de comer?

Crianças podem nadar imediatamente após uma refeição leve ou um lanche. No entanto, se o seu filho se sente letárgico depois de comer uma refeição pesada, incentive-o a fazer uma pausa antes de nadar.

Banheiras de hidromassagem ou spas são seguras para as crianças?

As crianças podem ficar muito aquecidas em uma banheira de hidromassagem ou spa. Se você permitir que seu filho use um dos dois, mantenha-o a vista e não permita que ele coloque a cabeça debaixo d’água. Isto pode aumentar o risco de infecções do ouvido e, muito pior, o cabelo pode ser pego em uma grelha e causar afogamento. Lembre-se também que as crianças que usam fraldas não devem usufruir desses espaços.

Por: Dr. José Luiz Setúbal
Fonte: Clínica Mayo | Family Health Book

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade