PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Pausa para refeição diante da TV
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Pausa para refeição diante da TV

Pausa para refeição diante da TV

04/12/2012
  343   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Saiba que esse comportamento pode comprometer o desenvolvimento infantil e influenciar quadros de obesidade

refeição em frente da TV

Os pediatras sempre são interrogados sobre o fato das crianças poderem ou não fazer a refeição assistindo televisão. Eu, em geral, explico que a hora da alimentação é um bom momento para a família, de maneira geral, se reunir e colocar os assuntos em dia.

É sabido que as crianças gastam uma quantidade crescente de tempo diante da televisão, dos DVDs e vídeos ou dos jogos de computador. Esse comportamento está associado com uma variedade de problemas de saúde, incluindo obesidade e pobre desenvolvimento da linguagem e vocabulário.

Em um estudo canadense, os pesquisadores examinaram a eficácia dos conselhos dos pais para as crianças até três anos de idade, dando-lhes estratégias para diminuir o tempo dos filhos diante das telas. Se for o caso, a visita ao médico terá como foco avaliar o impacto desse comportamento na saúde e a quantidade de tempo gasto para essa forma de entretenimento.

O estudo Office-Based Randomized Controlled Trial to Reduce Screen Time in Preschool Children, aplicado em 160 crianças que frequentavam a rede de cuidados primários, foram divididas em 2 grupos, um com a intervenção (orientação aos pais) e outro sem intervenção ou grupo de controle. Após um ano de observação, não houve diferença no tempo de tela entre os dois grupos, mas aquele que recebeu aconselhamento comeu mais refeições sem estar diante da TV, embora isto não tenha produzido diferenças estatísticas em relação ao IMC.

Crianças que fazem as refeições enquanto vêem televisão podem não ser capazes de ler os seus próprios sinais internos de saciedade e podem comer porções maiores e alimentos menos saudáveis. Os autores do estudo concluem que os programas para reduzir o tempo de tela e prevenir a obesidade devem considerar cuidadosamente quais os comportamentos são o alvo e a maneira de formatar a intervenção.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte:Office-Based Randomized Controlled Trial to Reduce Screen Time in Preschool Children (Novembro – 2012, Pediatrics).

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade