PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
A puberdade precoce em meninas pode ser um fator de risco para abuso sexual
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
A puberdade precoce em meninas pode ser um fator de risco para abuso sexual

A puberdade precoce em meninas pode ser um fator de risco para abuso sexual

22/06/2017
  1539   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

De acordo com a Pesquisa de Comportamento de Risco de Jovens de 2013, 20% das meninas do ensino médio nos EUA relatam ter sofrido abuso por um parceiro de encontros todos os anos.

Um novo estudo, publicado em junho de 2017 na revista Pediatrics, mostra que quando as meninas têm uma rápida transição para a puberdade elas estão em elevado risco para namorar e sofrer abuso sexual, se seu grupo de amizade incluir uma maior porcentagem de meninos.

Pesquisadores examinaram 3.870 meninas de 13 a 17 anos de idade, todas em relações sexuais românticas e / ou não-românticas, do Estudo Longitudinal Nacional do Adolescente à Saúde do Adulto, e descobriram que o desenvolvimento puberal precoce é um marcador de risco para as relações sexual e física particularmente quando uma percentagem mais elevada de amigos são rapazes.

Os pesquisadores concluíram que pediatras e especialistas em saúde infantil e de adolescentes devem ser sensíveis ao risco elevado de vitimização em meninas de maturação precoce, mas que o estudo contínuo dos mecanismos subjacentes à ligação da puberdade precoce e amigos do sexo masculino pode aumentar ainda mais os esforços de prevenção.

Desconheço estudos semelhantes no Brasil, mas me parece que tem uma lógica, afinal a aparência física pode facilitar este tipo de atitude, sem a preocupação que muitas vezes se trata de uma criança, embora a aparência seja de uma adulta. A sensualização precoce no nosso país também é outro fato a se ponderar. Pais que estimulam desde muito cedo as meninas a se vestirem, se pintarem, se portarem como pessoas mais velhas podem induzir o mesmo tipo de comportamento quando elas entrarem na puberdade.

Saiba mais:

http://criancaeconsumo.org.br/wp-content/uploads/2014/02/Crian%C3%A7a-e-Consumo-Entrevistas-Vol-2.pdf

http://www.casadobrincar.com.br/site/psicologa-chama-a-atencao-para-a-erotizacao-precoce-das-criancas/

http://www.usp.br/anagrama/Flores_Infancia.pdf

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics May 2017

Early Puberty, Friendship Group Characteristics, and Dating Abuse in US Girls

Frances R. Chen, Emily F. Rothman, Sara R. Jaffee

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade