PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Quando levar as crianças ao dentista?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Quando levar as crianças ao dentista?

Quando levar as crianças ao dentista?

18/07/2012
  1081   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Os cuidados com os dentes devem começar na gravidez

Essa dúvida tem sido muito comum quando se decide procurar um dentista para as crianças e essa situação não tem uma receitinha pronta, mas existem vários sinais.

Uma pesquisa publicada em um manual de Odontologia (Clínicas Odontológicas da America do Norte) mostrava que as mães – 84% delas – são as grandes responsáveis pela escolha do dentista da família. Esses números são de alguns anos atrás e mesmo que tenham mudado um pouco recentemente, a mãe possui grande influência nessa importante decisão familiar.

Bem, já que as mães são tão decisivas nessa escolha, elas podem também começar a cuidar dos dentes dos pequenos, já no período da gravidez. Essa área da Odontologia é denominada Odontologia Intrauterina. Como todos sabem, talvez a gravidez seja uma das fases mais marcantes da vida de uma mulher, mas algumas vezes, infelizmente, a saúde bucal dela é deixada um pouco de lado e isso pode trazer complicações à saúde bucal do bebê. Muito por conta da preocupação com o estado geral de se tornar mãe e os cuidados que advêm dessa fase, além daqueles quadros desgastantes de vômitos e principalmente os “desejos” que se traduzem em guloseimas ricas em açucares. Havia antigamente até um ditado que dizia: “a cada filho nascido, um dente perdido”. Claro que isso não tem parâmetros científicos, pois não há evidências de perda da estrutura mineral dos dentes das gestantes para a formação das estruturas dentárias dos fetos, porém, as mães com grande prevalência de cáries tendem a ter crianças com maior risco dessa doença. Dois fatores contribuem para isso: contaminação primária (sabe aquela história de dar bitoquinhas na criança e usar objetos, como talheres e copos, ao mesmo tempo que a criança os utiliza? É isso) e principalmente pela falta de bons hábitos alimentares e de higiene.

Resolvida essa questão, qual a melhor idade para levar a criança ao dentista? Simples: o quanto antes possível. A American Dental Association (ADA), em vários folders de orientação, indica entre 6 e 9 meses. Aí, muitos pais argumentam: “mas meu filho não tem nem dentes nessa idade!” Você não precisa esperar a criança ter uma infecção de ouvido ou garganta para levá-la ao pediatra. Por que esperar que ela tenha uma cárie para correr ao dentista?

O uso de mamadeira, da chupeta; amamentação, hábitos alimentares; chupar o dedo; bruxismo noturno; onicofagia (vício de roer as unhas); cronologia de erupção (data em que os dentes começam a nascer, por volta dos 6 meses até os 3 anos, posteriormente vêm os dentes permanentes e por aí vai); início da escovação, qual escova utilizar, creme dental com flúor ou sem flúor; selantes dentários, manchas extrínsecas, má formação dentária e mau posicionamento dos dentes, são apenas alguns temas a discutir com o odontopediatra.

Vai esperar uma cárie de mamadeira na boca do filhote, para depois reclamar do leite derramado, ou melhor, do leite açucarado sobre os dentinhos tão lindos e frágeis? Pense nisso!

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade