PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Tipos de exames de imagem para crianças
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Tipos de exames de imagem para crianças

Tipos de exames de imagem para crianças

05/08/2013
  2541   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Fique por dentro desses métodos usados para checar e assegurar a saúde dos seus filhos

Tipos de exames de imagem para crianças

Saiu um artigo da jornalista Mariana Versolato no jornal Folha de São Paulo sobre a incidência de câncer e o uso de tomografia. Nele, há uma entrevista da Dra. Lisa Suzuki, chefe de radiologia do Hospital Infantil Sabará.

 Após a publicação, passei a ser questionado: quantos raios X são seguros para o tratamento do meu filho?

A resposta mais correta seria considerar a quantidade sugerida pelo médico da criança, aquela que será o bastante para o diagnóstico e o acompanhamento dela, considerando, claro, os riscos. As doses de radiação de certos procedimentos de diagnóstico (por exemplo, tomografia computadorizada) são elevadas e os pediatras são aconselhados a solicitá-las somente quando necessário para verificar e garantir a saúde dos pequenos, de maneira que os operadores CT usem as configurações apropriadas para eles.

Na teoria, isso é perfeito. Porém, o problema, pelo menos em São Paulo, é que a maioria das crianças vai ao pronto socorro e não possuem um pediatra de confiança. Sem contar que os médicos de emergência não possuem vínculo com as famílias que atendem e fazem uma medicina muito mais preventiva de danos à carreira profissional por depender disso. Geralmente, eles também fazem isso porque, muitas vezes, são pressionados pelas famílias.

É só dar uma olhada nas reclamações que recebo no Hospital Sabará. Muitos pais questionam que o médico só pediu o exame após insistirem muito.

Vejam quais são os tipos de exames de imagem mais usados ​​para as crianças:

Raios X  

Durante o raio X, ondas eletromagnéticas passam através do corpo e cria-se uma imagem no filme ou na tela do computador.

Tempo: cada um leva apenas alguns segundos, como uma foto tirada com uma câmera.

Radiação: raios X expõem o corpo a pequenas quantidades de radiação, mas apenas nas zonas do corpo a serem estudadas.

Dor: nenhuma

Antes do exame: não há necessidades especiais a serem feitas antes do exame.

Durante o exame: a parte do corpo a ser examinado é colocada entre a máquina e o filme de raio X. As demais são protegidas com um avental de chumbo revestido para reduzir a exposição à radiação. A máquina é ligada e é tirada uma fotografia. Os pacientes devem ficar parados para que a imagem seja clara. As crianças podem precisar de correias especiais para ficarem seguras e quietas durante o exame.

Fluoroscopia (exame dinâmico com ou sem contraste)  

A fluoroscopia é um tipo de raio X que cria um fluxo real de tempo (dinâmico) do interior do corpo. Um feixe de raio X é colocado em uma parte específica do corpo, onde é criado imagens que são apresentadas em um monitor.

Tempo: cerca de 5 a 20 minutos.

Radiação: maior que os raios X, mas isso depende da duração do exame.

Dor: nenhuma, mas a preparação antes do teste pode ser desagradável.

Antes do ensaio: para alguns tipos de testes de fluoroscopia, os pacientes podem necessitar de jejum, onde só líquidos são permitidos. Às vezes, um material de contraste (um líquido que mostra coisas no corpo que são difíceis de ver sem ele) é injetado ou administrado via oral. Se a criança não pode beber, uma sonda pode ser necessária, inserida da boca ao estômago.

Durante o teste: a sala é escura e a área do corpo a ser examinada é colocada entre o raio X e a tela de fluoroscopia. As imagens são enviadas para um monitor, onde podem ser vistas em movimento.

Tomografia computadorizada

A tomografia computadorizada é um tipo especial de raio X que usa computadores para criar imagens detalhadas do corpo.

Tempo: a tomografia computadorizada leva apenas alguns segundos.

Radiação: superior aos raios X, mas menor que a dose de fluoroscopia.

Dor: nenhuma, a não ser que a criança precise de uma injeção de material de contraste. Isso deverá ser feito através de uma veia (IV) no braço.

Antes do exame: um material de contraste pode ter de ser injetado ou ingerido via oral.

Durante o exame: o paciente encontra-se em uma mesa estreita que desliza para dentro e para fora do aparelho de tomografia computadorizada. O tubo de raios X gira em torno do paciente e o envio de informação vai para um computador que forma as imagens.

Ressonância Magnética (RM ou RMI)  

Um MRI utiliza um grande e poderoso ímã, ondas de rádio e um computador para criar imagens muito detalhadas do interior do corpo.

Time: cerca de 30 a 60 minutos.

Radiação: Nenhuma.

Dor: nenhuma, mas os pacientes podem precisar de uma injeção de material de contraste e um IV. Além disso, alguns podem se sentir apertados na máquina. As crianças pequenas podem se assustar com ruídos, mas devem permanecer imóveis por um tempo prolongado. Por essa razão, no Hospital Infantil Sabará ela é sempre feita com sedação, por meio de anestesistas especializados em crianças.

Antes do exame: as crianças mais jovens podem precisar ser sedadas antes do teste.

Durante o exame: o paciente se encontra em uma mesa que desliza para dentro do scanner (um túnel estreito que mantém o ímã). No interior dele, haverá o barulho de um ventilador, como se o ar soprasse. Por ser um aparelho que pode ser ruidoso, os pacientes recebem fones. Alguns centros fornecem aparelhos com música durante o exame para os pequenos.

Ecografia (ultrassonografia)  ou Ultrassom

Usa ondas sonoras para criar imagens do corpo.

Tempo: 15 minutos a 1 hora.

Radiação: nenhuma.

Dor: nenhuma.

Antes do exame: em alguns casos, os pacientes podem necessitar de jejum ou beber água antes do teste.

Durante o exame: em primeiro lugar, uma geleia especial é colocada sobre a pele. Em seguida, um dispositivo de mão chamado transdutor é movido para trás e para frente, ao longo da área a ser examinada. Esse aparelho gera ondas sonoras (que não podem ser ouvidas ou sentidas) que são refletidas de volta para a máquina e um computador cria as imagens.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Imaging Tests: A Look Inside Your Child’s Body | American Academy of Pediatrics

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade