PESQUISAR

Residência Médica
Residência Médica
Como vai o humor da família em tempos de confinamento?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Como vai o humor da família em tempos de confinamento?

Como vai o humor da família em tempos de confinamento?

03/07/2020
  541   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Já se vão quatro meses de quarentena e haja paciência para manter o bom humor na família. Sentir-se conectado às pessoas e ao mundo ao nosso redor é uma parte essencial da boa saúde mental. Após meses de distanciamento social da Covid-19, as famílias ainda passam menos tempo com os outros à medida que a pandemia continua. Se os planos das férias foram cancelados – como festas juninas, reuniões de família e outras reuniões – e tornaram difícil manter o ânimo de sua família, você não está sozinho. Aqui estão 10 dicas simples para ajudar a melhorar o humor de todos durante a pandemia:

1.Ilumine-se

A luz do sol pode ajudar a melhorar o humor. Tente passar 30 a 60 minutos ao ar livre diariamente com seus filhos e outros membros de sua família, sempre que possível. Luzes brilhantes, especialmente no início da manhã, também podem ajudar.

2. Durma bastante

Tente ajudar seus filhos a seguir as rotinas de dormir, para que durmam o suficiente todas as noites. Algumas maneiras de ajudar a promover relaxamento e uma boa noite de sono:

  • Um bom banho de chuveiro ou de banheira antes de dormir
  • Um livro, filme ou música relaxante
  • Uma massagem nas costas, nas mãos ou nos pés
  • Um quarto fresco e escuro
  • Use a cama apenas para dormir (não usando o telefone, assistindo TV ou fazendo trabalho ou lição de casa)

3 .Converse sobre o que está acontecendo ou incomodando

Converse com seus filhos e adolescentes regularmente e seja um bom ouvinte. Os pais também podem se beneficiar ao encontrar um amigo ou membro da família para discutir preocupações e decepções. Se não for possível conversar pessoalmente por causa do distanciamento social, conecte-se por telefone, ou conexão virtual.

4. Ajude sua família a comer com sabedoria

Inclua alimentos ricos em proteínas no café da manhã e almoço. A proteína ajuda a manter o açúcar no sangue estável e fornece ao cérebro o combustível necessário. Além disso, se possível:

  • Coma alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3. As fontes incluem peixes (salmão, sardinha, cavala, arenque); plantas (linhaça, sementes de chia, vegetais folhosos escuros, feijão, soja, nozes, tofu); e certos óleos (canola, soja, nozes). Pesquisas sugerem que uma dieta rica em ácidos graxos ômega-3 pode ajudar a apoiar o humor.
  • Escolha muitos vegetais, frutas e grãos integrais. Eles contêm vitaminas, fibras e minerais que seu cérebro precisa.

Limite junk food e fast food. Eles geralmente estão cheios de gordura, colesterol, sal e açúcares adicionados, que podem causar picos e quedas de energia que podem nos deixar irritados.

5. Faça ações de gratidão

Concentre-se no positivo. Por que você sente gratidão ou apreciação? Pesquisas mostram que expressar regularmente gratidão ajuda a aumentar a felicidade geral, levando a taxas mais baixas de estresse e depressão. Ajude seu filho a escrever pelo menos três pessoas, lugares, eventos ou coisas a cada dia que os façam sentir-se agradecidos. Mantenha seu próprio diário de gratidão também!

6. Intensifique atividade física

Ajude seus filhos a se exercitarem ou a brincarem. Quando nos exercitamos, nosso corpo libera substâncias químicas que podem ajudar a melhorar o humor. Tente evitar qualquer coisa que envolva o compartilhamento de equipamentos como bolas, morcegos e equipamentos de playground e mantenha uma distancia segura.

7. Dê uma mão

Ajudar outras pessoas nos faz sentir melhores sobre nós mesmos. Pode ser tão simples quanto ligar para um vizinho ou membro da família que está sozinho em casa ou colocar uma placa agradecendo às pessoas que entregam a correspondência. Ajude seus filhos a criar pelo menos um ato gentil por dia. Mantenha um diário de todas as coisas que você e sua família fazem pelos outros – até as pequenas coisas.

8. Gerencie o tempo da tela

Faça um plano de mídia familiar e limite a exposição da sua família a anúncios na TV e na Internet, sugerindo que comprar coisas pode fazer as pessoas felizes. Isso ajudará a limitar as mensagens sobre felicidade falsas ou irreais. Também o ajudará a gerenciar a exposição de sua família a notícias perturbadoras. Em vez disso, considere: ler, jogar cartas ou jogos de tabuleiro com os membros da família, trabalhar um quebra-cabeça em família, tocar música ou cantar juntos, criar um vídeo para compartilhar, cozinhar juntos ou dar um passeio em família ou andar de bicicleta. Lembre-se: nossos dispositivos eletrônicos também podem ser usados ​​para criar e manter conexões sociais saudáveis ​​durante a pandemia.

9. Aborde o estresse

Tente meditar em família ou outras técnicas de relaxamento, como ioga, para ajudar a diminuir o estresse e melhorar o humor. Existem aplicativos móveis úteis que oferecem lembretes, dicas de respiração profunda, entre outras para relaxar. O tempo na natureza também pode ajudar.

10. E se o humor do seu filho não melhorar?

Às vezes, medidas como essas não são suficientes para melhorar o humor do seu filho ou reduzir a ansiedade. Não deixe de entrar em contato com o pediatra se estiver preocupado que seu filho esteja sofrendo de estresse ou ansiedade ou se estiver preocupado que ele possa se machucar ou a alguém. O pediatra também pode ajudar a determinar se as condições de saúde ou medicamentos subjacentes podem estar causando problemas de humor. Ele também pode conectá-lo a outros profissionais de saúde, como psicólogo, psiquiatra ou assistente social.

Como deu pra ver, são atitudes bem simples. Tente algumas e veja o que acontece. Boa sorte!

Saiba mais sobre este assunto:

Como enfrentar o estresse em tempos de Covid-19

Os adolescentes podem ter dificuldades para lidar com a Covid-19

Em tempos de Covid-19, um Cesto de Tesouros

Só a arte poderá nos ajudar a nos salvar

Dicas para lidar com um novo bebê durante a Covid-19

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade