PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Dicas para carrinho de bebês
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Dicas para carrinho de bebês

Dicas para carrinho de bebês

18/12/2012
  4775   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A segurança do carrinho de bebê começa com a escolha do modelo certo. Se você é como a maioria dos pais, vai querer ter esse acessório. Com tantos tipos, pergunto: como você o escolhe?

O que devo considerar quando se procura um carrinho de bebê?

1. Onde você mora ou onde vai usá-lo: se você vive na cidade, é provável que precise do carrinho para manobrá-lo durante passeios, como em corredores de lojas e calçadas estreitas. Você precisará ser capaz de pegar um ônibus ou descer escadas do metrô com o carrinho. Já os pais que usam carros podem querer um modelo que seja fácil de dobrar e que se encaixe no porta-malas;

2. Como é sua família: se você tem filhos gêmeos ou uma criança mais velha, pode-se considerar um carrinho de bebê de casal ou um que permite que seu filho mais velho fique de pé ou sentado na parte traseira. Se há planos de usar o acessório para a criança maior, certifique-se de ler as orientações do fabricante com relação ao peso;

3. O seu estilo de vida: viajantes frequentes podem querer um carrinho guarda-chuva dobrável ou um carrinho mais resistente;

4. Pais esportistas: você quer levar o bebê para suas corridas? Pode comprar um carrinho com essa função, com rodas maiores e alças apropriadas para essa atividade;

5. Se você anda em terrenos acidentados como gramados ou praias: use carrinhos com pneus com câmaras que ajudam a amortecer as vibrações, deixando os bebês mais confortáveis;

6. Acessórios: você quer que o carrinho de bebê tenha determinadas características ou acessórios, como uma cesta de armazenamento, capa de chuva, cobertor, guarda-sol ou suporte de copo? Muitas vezes, eles são vendidos separadamente. Saiba que alguns carrinhos não são compatíveis com determinados acessórios.

Que tipo de carrinho é seguro para um recém-nascido?

Se planejar usar um carrinho de criança, enquanto seu bebê é recém-nascido, você precisa ter certeza de que ele é reclinável – recém-nascidos não podem se sentar ou manter a cabeça ereta sem apoio.

Alguns carrinhos podem reclinar totalmente ou podem ser usados como um berço provisório ou um assento. No entanto, a maioria dos carrinhos no formato guarda-chuva normalmente não fornecem peças adequadas para isso. Além disso, a maioria dos carrinhos de corrida não é projetada para reclinar. Como resultado, eles não são apropriados para os bebês até, aproximadamente, 6 meses de idade.

E se o meu bebê tem necessidades especiais?

Se seu bebê nasceu prematuramente ou tem problemas de saúde, procure um carrinho com bolsas que irá ajudá-lo a transportar qualquer equipamento necessário, como um monitor cardíaco ou oxigênio. Os pais de bebês que têm problemas de saúde semelhantes pode ser uma boa fonte de conselhos.

Que outras características de segurança do carrinho de criança devo procurar?

Ao procurar por um carrinho de bebê, você pode considerar a verificação de determinadas características de segurança, incluindo:

1. Travas para parada: procure por um carrinho que tem freios fáceis de operar. Alguns têm freios que travam duas rodas – uma característica especial de segurança. Verifique se o seu bebê não alcança a alavanca do freio;

2. Uma ampla base: carrinhos que têm bases largas são menos propensos a tombar;

3. Um apoio para os pés único: se você está procurando um carrinho de lado duplo, escolha um com um apoio único para os pés. Pés pequenos podem ficar entalados entre apoios separados.

Como posso manter meu bebê seguro em seu carrinho?

Você pode tomar medidas para evitar acidentes. Por exemplo:

1. Fique perto. Não deixe seu bebê sozinho no carrinho;

2. Tenha cuidado com os brinquedos. Se você usá-los para entreter o bebê, certifique-se de que eles estão bem seguros;

3. Cinto de segurança. Sempre afivele o cinto em torno do bebê quando levá-lo para um passeio de carrinho;

4. Use os freios que ajudam a parar o carrinho no meio do caminho. Não pendure sacolas ou objetos na barra do acessório. Se possível, coloque qualquer outra coisa na cesta;

5. Tome cuidado ao dobrá-lo. Mantenha seu bebê longe do carrinho quando fizer isso, pois as crianças podem ter seus dedos presos nas dobradiças dele;

6. Certifique-se sempre de que o carrinho está bloqueado antes de colocar o seu filho nele.

7. Mantenha-o fora do sol. Durante o tempo quente, não deixe o bebê se sentar no carrinho por longo período de tempo. Isso pode deixar as peças de plástico e de metal quentes o suficiente para queimar a criança. Se você deixar o carrinho no sol, verifique a temperatura da superfície dele antes de colocar a criança.

Leia também: Andando com crianças no carro: cadeirinha, cinto de segurança e airbag – informações para famílias

Fonte: Mayo Clinic: Family Health

Atualizado em 11 de abril de 2024

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.