PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
PENSI e Sabará adotam TytoCare em projeto de pesquisa sobre teleinterconsulta
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
PENSI e Sabará adotam TytoCare em projeto de pesquisa sobre teleinterconsulta

PENSI e Sabará adotam TytoCare em projeto de pesquisa sobre teleinterconsulta

04/01/2021
  1010   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Uma nova ferramenta de atendimento médico a distância está sendo avaliada em uma pesquisa realizada pelo Instituto PENSI com pacientes do Sabará Hospital Infantil, desenvolvido em parceria com o Hospital Pequeno Príncipe, de Curitiba (PR). O projeto aplica a tecnologia do dispositivo móvel TytoCare em teleinterconsultas no pronto socorro e centro de atendimentos especializados no Sabará Hospital Infantil.

O projeto, que começou no final de novembro de 2020, com duração prevista de seis meses, e tem como intuito não somente validar o dispositivo TytoCare, mas também auxiliar na formação dos médicos residentes do PENSI, conta a gerente de pesquisa do Instituto PENSI, Fernanda Lima.

O que é o TytoCare?

O TytoCare é um dispositivo médico móvel que favorece o teleatendimento, associando o uso de um aplicativo de celular ao aparelho que possibilita a realização de um exame físico com a identificação dos principais sinais vitais e auscultas. A TytoCarePro é uma das versões do dispositivo, adotada pela iniciativa. O dispositivo possui com uma câmera de alta resolução, um microfone, uma tela LCD touch screen e uma unidade de comunicação sem fio. É equipado também com uma série de encaixes, como um otolaringoscópio – capaz de fotografar e enviar imagens do canal auditivo e, por meio de um abaixador de língua acoplável, imagens da orofaringe; um termômetro infra-vermelho digital; e um estetoscópio digital capaz de realizar auscultas pulmonar, cardíaca e abdominal, com excelente transmissão e reprodutibilidade sonoras entre outras possibilidades.

Na pesquisa realizada pelo Instituto PENSI, a tecnologia é usada em teleinterconsultas – atendimentos a distância realizados por mais de um médico. Os pequenos pacientes são atendidos presencialmente por um médico residente, que é orientado por um pediatra do Sabará Hospital Infantil. A família concordando em participar do estudo, a criança é examinada na teleinterconsulta com uso do TytoCare Pro. “O intuito é fazer com que um médico menos experiente troque experiência com um especialista na área”, diz Fernanda. Quem conduz a consulta é justamente o profissional com mais experiência. Na sequência, a criança passa por uma consulta tradicional.

O dispositivo e seus encaixes são higienizados com lenços de álcool isopropílico 70% após cada consulta. Os otocones e abaixadores de língua são descartavéis e não podem ser reaproveitados. Essas medidas evitam não só a contaminação pelo novo coronavírus, como também por outros microorganismos presentes no ambiente hospitalar, conforme explica Amanda Ferracini, analista de pesquisa do Instituto PENSI, responsável pela condução do projeto.

Confira um vídeo para apresentação do produto:

https://www.youtube.com/watch?v=skVW98o3vRA

O pesquisador principal da iniciativa é o Dr. Rogério Carballo Afonso, gerente médico de Novos Negócios e Telemedicina do Sabará Hospital Infantil. O trabalho também é capitaneado pela diretora executiva do Instituto Pensi, Dra. Fátima Rodrigues Fernandes.

Após o término do recrutamento dos pequenos participantes e uma análise robusta dos dados coletados, os investigadores do Instituto Pensi e do Hospital Pequeno Príncipe, produzirão material científico com os resultados obtidos e apresentarão à comunidade acadêmica em artigos científicos

O futuro está aqui

O projeto se antecipa às principais tendências em tecnologia da medicina global. Aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), órgão de controle do departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, o TytoCare ainda aguarda aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), seu equivalente no Brasil. “O Sabará está se adaptando ao futuro e se adaptando de forma tecnológica à evolução da medicina”, conta Fernanda Lima.

Assim que houver a aprovação para o uso do dispositivo móvel no Brasil, os profissionais capacitados pelo Instituto PENSI e os que atuam no Sabará Hospital Infantil já estarão familiarizados ao contato com a tecnologia por conta desse estudo clínico e aptos a adotá-lo de forma rápida e eficaz.

Comunicação PENSI

Comunicação PENSI

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade