PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Piercing e adolescentes. Você também gosta?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Piercing e adolescentes. Você também gosta?

Piercing e adolescentes. Você também gosta?

25/08/2021
  166   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Vendo os Jogos Olímpicos me chamou a atenção o número de jovens do mundo que usam piercing, de maneira bem mais discreta do que as tatuagens, mas eles também se fizeram presentes. Como sei que é um assunto que incomoda aos pais, resolvi trazer algumas informações para este blog sobre esse assunto.

Historiadores acreditam que o piercing existe há mais de 2000 anos. Alguns clãs usavam acessórios para furar a pele em cerimonias de simbolismo com significados estéticos, religiosos, espirituais, sexuais e de rituais de costume ou de passagem.

Nos anos 60 e 70 seu uso ganhou força com os hippies e chegou à Inglaterra com o movimento punk. Nos Estados Unidos, a moda veio com o movimento gay nos anos 80 e 90, o que chamou a atenção em todo o mundo pela ligação feita com o primitivo e o moderno.

Atualmente, a maioria dos adolescentes colocam piercings porque gostam da nova aparência. No entanto, em São Paulo é proibido que menores de 18 anos façam tatuagens e coloquem piercings sem autorização dos pais. Mas, se seu filho está decido a usá-los, alguns cuidados com a segurança devem ser tomados.

As regras de segurança abaixo devem ser sempre seguidas:

  1. Um estúdio de tatuagem / piercings deve ser limpo como um consultório dentário. A área de trabalho deve ser higienizada e ter uma boa iluminação e ser autorizada para tal funcionamento;
  2. O equipamento deve ser esterilizado usando uma máquina chamada autoclave;
  3. O artista deve lavar e secar as mãos e usar um par novo de luvas;
  4. Agulhas novas e descartáveis devem ser usadas. O artista deve tê-las. Você pode observar se ele abre o pacote na sua frente;
  5. A tinta deve ser nova também, nunca usada.
  6. Alguém que considere uma tatuagem deve certificar-se de que suas imunizações (vacinas) estão atualizadas e que não estão tomando qualquer medicamento que comprometa sua imunidade.

 Quais são os riscos?

Os piercings na língua são os mais perigosos. Podem provocar infecções na gengiva, problemas respiratórios e até prejudicar a fala. Existem trabalhos que os relacionam com câncer, mas ainda não existe comprovação científica. No nariz e na parte superior da orelha, as contaminações podem ocorrer porque o tecido das cartilagens tem pouca irrigação. E, no caso das mucosas (lábios, língua e genitais), a umidade pode abrir caminho para a proliferação de fungos e bactérias. Finalmente, no umbigo, as dobrinhas dificultam a higienização.

Quais cuidados devem ser tomados?

1- Ao colocar piercing na língua, ela ficará inchada. Colocar gelo ajudará na diminuição do inchaço. No entanto, evite chupá-lo e deixo-o derreter na sua língua, caso contrário, o inchaço poderá aumentar;

2- Existem algumas limitações alimentares depois que o piercing for colocado na língua. Prefira alimentos macios, frios como gelatinas e sorvetes. Normalmente, a língua fica sensível após a colocação;

3- Evite os alimentos quentes, como o café, pois o piercing irá absorver o calor;

4- Evite também alimentos ácidos, como o catchup e com altos teores de sódio, como carnes e alimentos processados, uma vez que irão causar uma sensação de ardor no local do piercing;

5- Alimentos como macarrão e pizza de queijo podem envolver o piercing e puxá-lo, por isso tenha cuidado enquanto comer estes tipos de alimento;

6 – Você terá que limpar seu piercing de língua, após cada refeição. Evite a limpeza obsessiva, pois pode causar uma leve infecção oral. Primeiro, lave bem as mãos para não transferir germes à boca. Em seguida, escove os dentes com uma escova macia e a utilize tanto para limpar o local do furo como também a parte superior e inferior do piercing. Depois, faça o enxague com água e na sequência com enxaguante bucal sem álcool.

Quando o assunto é tatuar ou colocar piercing em menores de idade, é preciso conhecer as limitações legais. Em São Paulo, por exemplo, as práticas são proibidas pela lei estadual 9.828/97, a não ser que haja a autorização dos pais. O estabelecimento que descumprir a lei pode ser fechado e seus profissionais considerados infratores do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90).

Na maioria dos casos, os adolescentes simplesmente gostam da aparência da tatuagem ou do piercing, mas aconselho meus pacientes a conversarem sobre qualquer decisão com seus pais ou responsáveis.

Fontes:

  • Tatuagem e Piercing – Academia Americana de Pediatria e
  • Piercing Lingual prejudica a saúde – Virgilo Nascimento
  • Agência Senado: https://www12.senado.leg.br/noticias/especiais/especial-cidadania/cuidados-ao-tatuar-o-corpo/proibicao-para-menores-de-idade-em-sp
Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade