PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Administre o tempo dos pequenos diante da televisão
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Administre o tempo dos pequenos diante da televisão

Administre o tempo dos pequenos diante da televisão

26/12/2012
  668   
  1
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O conselho é controlar o tempo diante da TV para não comprometer a realização de tarefas mais importantes

televisão de fundo

A Academia Americana de Pediatria alertou contra a “televisão de fundo”, especialmente em casas com crianças menores de 2 anos de idade, porque pode prejudicar o funcionamento cognitivo delas.

No novo estudo, Televisão de fundo em lares de crianças americanas, os pesquisadores coletaram informações por telefone com 1.500 mil famílias nos EUA. O objetivo da entrevista foi acompanhar a exposição das crianças à “televisão de fundo” (ou aquela criança que fica em um ambiente onde tem uma TV ligada) em um dia típico. O pesquisadores descobriram que, em média, as crianças americanas com idade entre 8 meses a 8 anos ficam expostas a quase 4 horas de “televisão de fundo” durante um período de 24 horas.

Em média, as crianças mais jovens e afro-americanas são expostas à televisão por 5,5 horas por dia e as que pertencem às famílias mais pobres ficaram diante do aparelho cerca de 6 horas por dia. As crianças de famílias que deixaram a televisão ligada quando ninguém estava assistindo e as que tinham o aparelho no quarto foram expostas por um tempo ainda maior.

O estudo estabelece uma presença muito grande da TV nos lares norte-americanos com relação às crianças. Os autores do estudo sugerem tentativas de reduzir a “televisão de fundo” por meio de medidas simples, tais como:

1. Desligar a TV quando ninguém está assistindo ou em horários-chave, como antes de dormir e durante as refeições;

2. Não ter TV nos quartos para facilitar o convívio social;

3. Limitar o tempo de TV conforme a faixa etária.

4. Não incentivar a TV antes dos 2 anos.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Background Television in the Homes of U.S. Children (Novembro, 2012 – Pediatrics)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade