PESQUISAR

Causas para apoiar: como você pode fazer a diferença?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Causas para apoiar: como você pode fazer a diferença?

Causas para apoiar: como você pode fazer a diferença?

25/02/2019
  180   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Há alguns muitos anos atuo como militante no terceiro setor. Faço isso por entender que um dos meios de nosso país diminuir seus problemas é através de ações da sociedade civil organizada.

Procurando causas para apoiar? Nestes 15 ou 20 anos atuei e atuo em projetos de voluntariado como professor de alfabetização de adultos, como conselheiro em várias Fundações e Associações das mais diversas causas.

Fiquei dois anos à frente da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo como Provedor, ou Presidente do Conselho de Administração e instituí uma Fundação e duas Associações.

Há cerca de três anos venho atuando na conscientização da cultura da doação no Brasil. Tenho ajudado com recursos e com tempo, participando de Fóruns e de palestras e entrevistas sobre o assunto.

Num país tão desigual e com tantas necessidades não acredito que alguém não encontre uma causa que o sensibilize para ajudar.

Ajudar não necessariamente é doar dinheiro, você pode ajudar com ações, como militante, pode ajudar como voluntário, pode ajudar com seu conhecimento, pode doar sangue ou órgãos, enfim tem muitas maneiras de fazer doações.

Acredito que o primeiro passo seja encontrar sua causa para apoiar e em seguida ver como ajudar quem já trabalha nela e ver como você poderia ajudar.

Nossa Fundação apoia esta causa em Parceria com o IDIS, Instituto Cyrela e o CAF estamos fazendo uma campanha para as pessoas fazerem um teste rápido para ver sua causa e orientá-lo no seguimento de sua nova ação de doação.

Veja no link abaixo: https://descubrasuacausa.net.br/home

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

jawsdigital

jawsdigital

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade