PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Contribuindo para a ciência no Brasil
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Contribuindo para a ciência no Brasil

Contribuindo para a ciência no Brasil

13/06/2023
  1103   
  1
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Já escrevi nesse espaço sobre a Stanford Social Innovation Review (SSIR) e sua versão brasileira. Trata-se de uma revista, que é considerada a melhor publicação em inovação social no mundo, lida pelas pessoas que influenciam o terceiro setor e negócios de impacto e que estão interessadas em novas tecnologias sociais.

Hoje, dia 13 de junho, lançamos uma edição especial dessa revista com um tema único: INSEGURANÇA ALIMENTAR NA INFÂNCIA. Além da importância do assunto, inovamos trazendo esse modelo de negócio inédito no mundo e divulgamos o nosso Fórum de Políticas Públicas, ocorrido no final do ano passado.

Nessa edição especial, teremos a oportunidade de apresentar muitas experiências exitosas que estão ocorrendo por todo o país para o enfrentamento da insegurança alimentar. Estamos abrindo a oportunidade para que nossos pesquisadores possam mostrar (além das revistas acadêmicas puras) seus estudos e projetos de inovação social, que tanto contribuem Brasil afora para a diminuição de nossas terríveis desigualdades.

Mostraremos experiências bem variadas, que estão sendo realizadas em cinco estados do Brasil: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Sergipe e Ceará. Poderão ser vistos os trabalhos de pesquisadores de universidades federais e estaduais, iniciativas diversificadas, com organizações sociais pequenas, médias e grandes e de várias regiões. Como autocrítica, não temos nada na região Norte ou com a população indígena.

No conteúdo, há casos envolvendo municípios em sua totalidade, como o de Tupã, em São Paulo, em uma abordagem transversal. Outros envolvem experiências para diminuir o desperdício de alimentos feitas pela organização Prato Cheio. Há ainda o caso da Merenda Escolar, envolvendo duas universidades federais (São Paulo e Rio de Janeiro). Muito interessante toda a linha de logística que vai dos pequenos produtores ao consumidor final, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Na área de inovação tecnológica voltada à aplicação social, trazemos três casos. Os aplicativos desenvolvidos no Ceará, com o cartão Mais Infância, o da Pastoral da Criança para atendimento de saúde, que está sendo testado na periferia de São Paulo, e a imperdível experiência de Santa Luzia de Itanhi, em Sergipe, com uma abordagem holística, que é mostrada pelo projeto de insegurança alimentar chamado carinhosamente de ‘NHAM’.

Ainda apresentamos um infográfico feito pelo Jornal Nexo sobre a ‘Insegurança Alimentar entre as Crianças Brasileiras’, que mostra, de uma maneira visual e bem simplificada, o panorama da situação preocupante desse problema no país.

Para finalizar a edição, trazemos um artigo internacional. Aqui, fizemos o inverso do que estamos fazendo normalmente, trazemos um conteúdo internacional para completar os artigos nacionais, que aborda o impacto coletivo em uma análise de 10 anos. Um dos artigos mais lidos de 2022 da edição americana da SSIR.

No fortalecimento do setor filantrópico, a Fundação José Luiz Egydio Setúbal (FJLES) atua com um Departamento de Pesquisa, que procura entender a filantropia no Brasil e publicar artigos acadêmicos sobre o assunto. Há quatro anos, esse departamento foi procurado pela Samambaia Filantropia para que, junto com a FJLES, trouxesse a SSIR para o Brasil. Depois de muitas negociações, em 2022, em parceria com a RFM editores, publicamos a primeira edição. Hoje, já contamos com mais parceiros e já chegamos à terceira edição.

Trazer a SSIR para o nosso país é trazer o que tem de mais atual em inovação social no mundo e é uma oportunidade de nossos autores, pesquisadores e inovadores sociais terem um espaço para divulgarem seus trabalhos e que, talvez, possam ser publicados em alguma das outras edições internacionais da revista.

Acreditamos que dessa forma – tendo uma revista onde nossos pesquisadores possam mostrar o que está sendo produzido no país, criando um departamento de pesquisa para dar suporte ao setor de advocacy da FJLES, contando com outros profissionais das áreas de humanidades para se juntarem aos pesquisadores do Instituto Pensi e fomentando grupos de estudos e projetos de tecnologia social inovadores – estamos ajudando a ciência e os cientistas brasileiros.

Talvez assim possamos construir uma sociedade melhor para as nossas crianças.

 

Saiba mais:

https://www.sympla.com.br/evento/lancamento-edicao-especial-ssir-brasil/2009742

https://ssir.com.br/

https://institutopensi.org.br/stanford-social-innovation-review-chega-ao-brasil/

https://institutopensi.org.br/inovacao-social-para-o-bem-do-brasil/

https://institutopensi.org.br/conhecendo-os-projetos-sociais-do-unicef-na-amazonia/

https://institutopensi.org.br/um-brasil-que-da-certo/

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.