PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Como acalmar crianças durante e depois da vacinação
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Como acalmar crianças durante e depois da vacinação

Como acalmar crianças durante e depois da vacinação

07/06/2012
  1559   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Dentre os fatores que podem confortar o bebê durante esse processo, está a amamentação

Ninguém gosta de ver uma criança sentindo dor pela picada da agulha de uma vacinação de rotina. Muitas vezes, os pais e mães sofrem mais do que seus filhos, pois a dor emocional parece pior do que a dor física.

Mas os pais são capazes de ajudar, apenas pela forma como seguram e confortam seu bebê imediatamente após o processo, de acordo com o estudo “Effective Analgesia Using Physical Interventions for Infant Immunizations”, publicado na revista Pediatrics, de maio de 2012.

Os pesquisadores analisaram 230 crianças entre 2 e 4 meses, durante a vacinação de rotina. Eles dividiram os pequenos em quatro grupos, utilizando uma combinação de duas variáveis:

1- Água versus açúcar x medidas de conforto;
2- Padrão de cuidado (como chupetas e distração) versus o “5 S” plano. Os “5 S”, conforme descrito no livro e DVD “The Happiest Baby on the Block”, de Harvey Karp, MD, FAAP, são: panos, posição lateral/ estômago, ninar, balançar suavemente e chupetas.

Uma ferramenta de escala de dor foi utilizada para avaliar os níveis da sensação desagradável nos bebês, em intervalos de 15 segundos a 2 minutos.

Os pesquisadores concluíram que os bebês no grupo “5 S”, com ou sem açúcar, apresentaram quantidade de dor significativamente mais baixa e choraram por menos tempo, em comparação com bebês dos grupos com outras medidas de conforto.

A amamentação tem sido utilizada como uma maneira de combinar várias medidas de conforto, durante a imunização de bebês. Mas, as mães que não conseguem amamentar durante e depois da injeção, podem usar a abordagem da “5 S” para trazer tranquilidade aos pequenos, concluem os autores.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fontes: “Effective Analgesia Using Physical Interventions for Infant Immunizations” e “The Happiest Baby on the Block”

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • EUMAIR OLIVEIRA DA SILVA disse:

    BOM DIA GOSTARIA DE INFORMACOES SOBRE TODAS AS VACINAS PARA CRIANCAS, E COMO APLICA-LAS, QUAL O TEMPO DE APLICACAO, INTERVALOS DE UMA PARA OUTRA, LOCAL DE APLICACAO, E AS AGULAS ADEQUADAS, ESTOU NO CURSO DE TECNICO E GOSTARIA DE INFORMACOES SOBRE O ASSUNTO, SEM MAIS AGRADECO DESDE JA, EUMAIR

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade