PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Como comprar brinquedos seguros?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Como comprar brinquedos seguros?

Como comprar brinquedos seguros?

20/12/2011
  335   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Veja quais cuidados você deve ter antes de oferecer um objeto para seu filho

Chega a época de Natal, as crianças ficam ansiosas para receber brinquedos e, muitas vezes, surge a questão:

Como posso ter certeza que comprei brinquedos que são seguros para o meu filho?

Os pequenos podem ter bastante diversão com seus brinquedos. No entanto, é importante ter em mente que a segurança deve vir sempre em primeiro lugar. Todos os anos, milhares de crianças são feridas por brinquedos. Saiba o que procurar e como algumas ideias simples para o uso seguro podem evitar lesões.

Como evitar lesões

A maioria das lesões ocasionadas por brinquedos são pequenos cortes, arranhões e hematomas. No entanto, eles podem causar ferimentos graves ou mesmo a morte. Isso acontece quando os objetos são perigosos ou usados de maneira errada.

Abaixo, você confere 10 dicas para ajudá-lo a escolher brinquedos seguros e apropriados para o seu filho:

1-Leia o rótulo: as etiquetas de advertência dão informações importantes sobre como usar um brinquedo e para quais idades ele é seguro. Certifique-se de mostrar a seu filho como utilizá-lo da maneira certa;
2- Pense grande: certifique-se de que todos os brinquedos e as peças são maiores do que a boca do seu filho para evitar asfixia;
3- Evite brinquedos que disparam objetos no ar: eles podem causar lesões oculares graves ou asfixia;
4- Evite brinquedos que produzem barulhos e sons altos: para evitar danos à audição do seu filho;
5-Verifique se os bichinhos de pelúcia são bem feitos: certifique-se que todas as peças estão bem apertadas, se costuras e bordas estão firmes. O bichinho também deve ser lavável à máquina. Tire quaisquer fitas soltas ou cordas para evitar estrangulamento. Evite brinquedos em que a espuma que vai dentro possa causar asfixia ou sufocamento por ingestão;
6- Comprar brinquedos de plástico resistente: objetos feitos de plástico fino podem quebrar facilmente;
7- Evite brinquedos com materiais tóxicos: que podem causar envenenamento. Verifique se o rótulo diz “material não tóxico”;
8- Tenha cuidado com brinquedos que tenham algum componente para menores de 12 anos: eles são usados para brincadeiras de experiência científicas, por exemplo, podem provocar incêndios ou explosões e podem conter produtos químicos perigosos. Verifique se o seu filho mais velho sabe como lidar com segurança destes objetos.
9- Os brinquedos elétricos devem ser “Aprovado pelo INMETRO”. Verifique o rótulo para ter certeza;
10- Fique atento ao comprar brinquedos para o berço: cordas ou fios que se penduram no berço devem ser curtos para evitar estrangulamento. Eles devem ser removidos logo que seu filho crescer e começar a ficar em pé.

Recomendações de idade devem estar nos rótulos dos brinquedos. Podem ser úteis, porque eles oferecem orientações sobre o seguinte:

1- A segurança do brinquedo (por exemplo, se houver qualquer perigo possível de asfixia);
2- A capacidade de uma criança para brincar com o objeto;
3- A capacidade de uma criança a entender como usar um brinquedo;
4- As necessidades e interesses em vários níveis de desenvolvimento de uma criança.

Informações importantes

Nos Estados Unidos existe uma comissão de segurança que estabelece normas e orienta os consumidores a adquirir produtos seguros. Um dos objetivos da Consumer Product Safety Commission (CPSC) é de proteger, de brinquedos perigosos, os consumidores e as famílias. Estabelece regras e diretrizes para garantir objetos seguros e faz o recolhimento de peças defeituosas, se um problema é encontrado. Brinquedos são recolhidos, por várias razões, incluindo os níveis de chumbo inseguro, asfixia ou riscos de incêndio, ou outros problemas que os tornam perigosos.

Eles devem ser removidos imediatamente. Se você acha que seu filho tenha sido exposto a algum que contém chumbo, fale com o médico sobre o teste para medir os níveis do metal no sangue.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Guia para os Pais de Toy Safety (Copyright © 2008 American Academy of Pediatrics)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade