PESQUISAR

Residência Médica
Residência Médica
Fique atento: problemas respiratórios pioram com o clima seco
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Fique atento: problemas respiratórios pioram com o clima seco

Fique atento: problemas respiratórios pioram com o clima seco

29/11/2011
  172   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Saiba o que pode ser feito para evitar que as alergias se agravem no verão

De acordo com a pediatra e alergista Fátima Rodrigues Fernandes, a baixa umidade do ar, que ocorre com mais facilidade no verão, agrava alergias (rinossinusite e asma) e pode causar ressecamento nasal, dor de cabeça e de garganta.

“Se a criança já é alérgica pode sentir ainda dificuldade para respirar, coriza e tosse. Como os poluentes estão concentrados no ar, as menores de cinco anos, cujo sistema imunológico ainda está em formação, são as principais vítimas da estação”, alerta.

Ainda segundo a pediatra, o nariz entupido faz as pessoas respirarem pela boca e por isso surgem infecções oportunistas. “O nariz funciona como um filtro de ar, quando se respira pela boca, todas as impurezas, como vírus, bactérias e alérgenos, penetram mais facilmente no nosso organismo”, esclarece.

Para evitar todo este desconforto, o ideal é que os pais ofereçam líquidos às crianças para evitar a desidratação. “É interessante lavar o nariz com soro fisiológico para umidificá-lo. Manter o ambiente arejado e colocar bacias com água ou toalhas úmidas nos quartos na hora de dormir também ajudam a combater esses problemas respiratórios”, diz.

Mas lembre-se: se a criança estiver prostrada e com febre, procure um pediatra para avaliar o quadro. Evite a automedicação.

Por Dra Fátima Rodrigues Fernandes

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740)Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP.Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • isabel disse:

    bb r/n pode levar a praia que cuidado eu tenho que ter com ele

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Isabel. Não levar seu bebê recém-nascido à praia é o mais indicado. Mas, se mesmo assim for levá-lo, procure evitar sol direto, nunca entre 10 e 17 horas, ofereça de mamar com frequência, vista roupas leves, use protetor solar, evite água do mar, areia e permaneça sobre a sombra. Tudo isto para ficar pouco tempo na praia (no máximo 1 hora).

      Atenciosamente,

      Hospital Infantil Sabará.

    • Saurabh disse:

      How cute! I found your blog thru Mama’s Little Nestwork. I too am trying to raise my kids with both of their clreuuts…American and Mexican. Which isn’t always easy to do, since we’re living in Mexico. 🙂 I’m your newest follower. 🙂

posts relacionados

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade