PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Gerenciando feriados e férias escolares
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Gerenciando feriados e férias escolares

Gerenciando feriados e férias escolares

21/04/2015
  437   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

férias

Não é à toa que entre alguns pais têm crescido o temor às férias escolares e feriados prolongados com “pontes” (carnaval, Páscoa, e dias de professores). Estes são dias em que a criança está fora da escola, mas os pais geralmente têm que estar no trabalho. Para piorar a situação, pessoas que os ajudam e em quem você pode confiar em outras épocas do ano, muitas vezes também estão fora durante as férias. Atividades extra curriculares, como aulas de línguas ou esportes, por exemplo, também são canceladas nesses períodos.

O lado bom dessas situações é que dá para se planejar! Para ajudar nesse processo, é interessante ter cópias do calendário escolar do seu filho de modo que você consiga estar ciente das datas de início e fim de férias e de como serão os feriados com vários meses de antecedência.

Programações das férias das crianças muitas vezes ditam planos de férias de toda a família. Com antecedência suficiente, você pode bloquear o seu próprio tempo de férias para coincidir com a de seu filho.

Poucos pais têm tempo de férias disponível como os seus filhos. Se o seu cônjuge tem alguma flexibilidade em seu horário de trabalho, dividir as responsabilidades domésticas é sempre uma saída. Assim vocês se revezam durante as diferentes partes de férias das crianças.

Alguns casais elaboram até mesmo uma escala com a mãe em casa de manhã e pai no período da tarde; outros vão recorrer aos avós ou mesmo uma babá.

Felizmente, as empresas estão cada vez mais sensíveis às necessidades familiares de seus empregados. Mas em tempos de crise, muitos pais nem pensam em solicitar este tipo de coisa às suas chefias.

Às vezes, nem você nem seu parceiro poderão sair do trabalho. Mas é importante que as crianças em idade escolar sejam sempre supervisionadas, direta e indiretamente, se possível. Supervisão indireta significa proporcionar um ambiente seguro e uma agenda estruturada de atividades, incluindo horários regulares.

 

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte Cuidar do seu filho: Idade 5-12 (Copyright © 2004 Academia Americana de Pediatria)

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o atendimento médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o seu pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade