PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
AAP defende treinamento de suporte à vida para crianças e adultos
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
AAP defende treinamento de suporte à vida para crianças e adultos

AAP defende treinamento de suporte à vida para crianças e adultos

16/08/2018
  1012   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A American Academy of Pediatrics (AAP) divulgará política incentivando o treinamento em Ressuscitação Cardio-Respiratória (RCR) para profissionais da saúde ou não, que tenham contato com crianças.

A parada cardíaca mata mais de 7.000 crianças fora do ambiente hospitalar todos os anos, e algumas dessas mortes poderiam ser evitadas por pessoas próximas com treinamento em habilidades básicas para salvar vidas ou acesso a um desfibrilador externo automático.

A Academia descreve como os médicos e o público podem ajudar a aumentar a taxa de sobrevivência das vítimas de parada cardíaca em uma declaração de política “Defendendo o Treinamento de Apoio à Vida de Crianças, Pais, Cuidadores, Funcionários Escolares e o Público”. A declaração, juntamente com um relatório técnico com o mesmo nome, foi publicada na edição de junho de 2018 da revista Pediatrics.

Mais de 345.000 adultos por ano também morrem de parada cardíaca fora do ambiente hospitalar. A parada ocorre quando o coração não funciona devido a um distúrbio estrutural, funcional ou elétrico, e pode ser causado por uma disposição genética.

Há poucos minutos preciosos para desperdiçar quando alguém sofre uma parada, e é especialmente trágico quando as crianças são afetadas, segundo a autora do relatório técnico. Sabemos que, capacitando as pessoas com informações e com o equipamento certo, é mais provável que os espectadores realizem ações rápidas.

A AAP recomenda:

1- Os pediatras aprimorem suas próprias habilidades e mantenham-se atualizados sobre RCR e habilidades de suporte à vida;

2- Apoiar o treinamento de suporte à vida apropriado para a idade para crianças como parte do currículo escolar nas escolas, começando nas séries primárias;

3- Fornecer treinamento de suporte à vida para todo o pessoal da escola, pais, cuidadores e o público;

4- Colocar um desfibrilador externo automático (DEA) para adultos e crianças em todas as escolas da comunidade e perto de todas as instalações esportivas da escola – e treinar funcionários e crianças sobre como usá-los.

A AAP, que endossa as diretrizes de RCR fornecidas pela American Heart Association. A parada cardíaca súbita em jovens atletas ocorre em aproximadamente uma em 70 escolas por ano, de acordo com a pesquisa.

Enquanto mais de 30 estados americanos exigem treinamento em RCR como um pré-requisito para a conclusão do ensino médio, o financiamento continua sendo um obstáculo para a expansão da implementação de treinamento em RCR em todas as escolas e na instalação de DEAs.

No Hospital Infantil Sabará, temos como política de segurança de nossos pacientes dar um curso de RCR profundo, para treinar os médicos e profissionais da saúde de nossas emergências e terapia intensiva e centro cirúrgico.

Um outro curso, básico, Suporte Básico de Vida (BSL) para nossos funcionários administrativos, voluntários e estagiários. Brevemente estaremos oferecendo este curso para pessoas interessadas.

Os pediatras, em seu papel de defensores para melhorar a saúde de todas as crianças, podem fazer a diferença incentivando pais, cuidadores e seus filhos a fazerem cursos de RCP e uso do DEA, idealmente, todos teriam acesso ao treinamento que sabemos que pode salvar vidas.

Confira mais artigos do blog:

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics May 2018

Advocating for Life Support Training of Children, Parents, Caregivers, School Personnel, and the Public

James M. Callahan, Susan M. Fuchs,

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Luciana Soares de Oliveira disse:

    Sou fonoaudióloga ,trabalho em duas clínicas atendendo bastante crianças. Quero muito fazer esse treinamento. Como faço para me inscrever?

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade