PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Vamos pular corda?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Vamos pular corda?

Vamos pular corda?

28/04/2015
  7176   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

skipping  rope

Quando pensamos em crianças brincando na rua, nas escolas ou em grupos de amigos, logo nos vem a cabeça o pular corda. É uma das brincadeiras mais populares e divertidas da infância.

Pular corda é algo natural e maravilhoso. Para as crianças representa a liberdade de poder brincar sozinha ou em grupo, na escola ou na praia, nas ruas ou nas praças. Pode ser praticada com roupas leves e confortáveis, com tênis ou descalça. E para que possa ocorrer, basta apenas uma corda!

Além de ser um brincadeira muito fácil de realizar, é também um grande exercício físico, ideal para saúde, perda de peso e bem estar para qualquer faixa etária. Além desses pontos, o pular corda traz também outras importantes conquistas:

  1. Agilidade: para que possamos pular corda faz-se necessário saber saltar com um e dois pés, agachar-se, girar. Portanto é um incentivo às crianças na busca de superar-se sempre.
  2. Coordenação motora: saltar, cantar, dar risada, coreografar, e tanto mais que o pular corda nos permite, faz com que a exigência de concentração e coordenação motora seja sempre trabalhada. Além disso faz-se necessário os movimentos simultâneos de pernas para saltar, e mãos para bater a corda!
  3. Condicionamento físico: por ser uma atividade cíclica, permite que possamos trabalhar nosso sistema cardiorrespiratório, obtendo ganhos para nossa saúde.
  4. Cooperação: pular corda em grupo exige uma integração entre quem bate corda e quem pula. Assim sendo, aprender a trabalhar em conjunto é algo extremamente beneficiado por essa brincadeira.
  5. Memória: existem muitas músicas e coreografias que acompanham as brincadeiras de pular corda. Dessa maneira trabalhamos também a memória visual, perceptiva e auditiva.
  6. Sequência e Ritmo: para que possamos pular corda faz-se necessário manter um ritmo constante, associado também às músicas cantadas. Esse ritmo ajuda-nos também a trabalhar nosso ritmo interno. É muito utilizado no trabalho rítmico para a escrita.
  7. Lateralização: Saltar para frente e para trás, para um lado e outro, agachando e levantando permite que nossa orientação espacial seja também aprimorada.
  8. Socialização: pular corda é uma atividade maravilhosa e que permite a criança pratica-la em grupos. Assim sendo, não existe pular corda sem socialização!

Pular corda portanto é um exercício físico extremamente completo e divertido, que queima calorias e resulta em ótimo preparo físico. E quantos benefícios! Pode parecer cansativo e enfadonho às vezes, mas ao fazer parte do jogo infantil, torna-se uma das mais divertidas ferramentas para se combater a obesidade e os riscos de uma vida sedentária. Para nós adultos, é excelente para perda de peso, além de ser econômica e poder ser praticada em qualquer lugar.

Que tal lembrar dessa criança que existe dentro de cada um e junto a seus filhos pular corda novamente? Pode ser no ritmo de versinho, contando meses, somando números, cantando e sempre pulando: sem errar, sem tropeçar. Até cansar! Incentive-os a criar seus versos, músicas e coreografias. Comece pela cobrinha, passe pelo cobrão, morrinho e morrão até chegar no foguinho e fogão! Essa é a brincadeira de pular corda! Essa é mais uma oportunidade de você compartilhar momentos inesquecíveis com as crianças e de quebra perder aqueles quilinhos que tanto te incomodam! Vamos começar?

 

maria helena

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade