PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Crianças e áreas verdes urbanas na era digital
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Crianças e áreas verdes urbanas na era digital

Crianças e áreas verdes urbanas na era digital

28/03/2023
  1164   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Nos dias atuais, com a predominância das atividades em ambientes digitais, o tempo gasto ao ar livre e em áreas verdes está diminuindo significativamente para as crianças que vivem nos grandes centros urbanos. Com o crescimento das tecnologias digitais, uma série de ferramentas são gradualmente integradas à vida das crianças e isso impacta na permanência delas em casa para praticar jogos digitais em vez de interagir com a natureza.

O design ambiental urbano é considerado cada vez mais influente para a saúde e o bem-estar de jovens crianças. Como partes cruciais das áreas urbanas, os espaços verdes contribuem para o equilíbrio entre as cidades e a natureza e fornecem ambientes ecológicos saudáveis e espaços para várias atividades, experiências e memórias para os pequenos. Ou seja, esses espaços são especialmente benéficos para o desenvolvimento pessoal!

No entanto, para aqueles que vivem nas cidades, o tempo ao ar livre está sendo reduzido. Uma das possíveis razões para esse fenômeno é a quantidade e a qualidade das chamadas infraestruturas urbanas verdes, que na maioria dos países não acompanharam a expansão das cidades e a atual taxa de urbanização.

Devido à crescente difusão dos jogos digitais, é provável que as crianças nas cidades passem mais tempo diante de telas eletrônicas em ambientes fechados, ao invés de interagir em espaços abertos e áreas verdes. Esse estilo de vida pouco saudável pode causar problemas como déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), obesidade infantil, estresse e problemas de funcionamento cognitivo.

Por isso, cabe a nós, profissionais e pesquisadores da área da Saúde Infantil, disseminar conhecimento assim como incentivar práticas saudáveis para todos: idosos, adultos, jovens e crianças. Afinal, ser um exemplo positivo faz toda a diferença. Aproveitem os parques e praças da sua cidade, explorem o local, façam brincadeiras ou até um piquenique. Isso terá um grande impacto no futuro.

Fonte: Yin, S.; Kasraian, D.; van Wesemael, P. Children and Urban Green Infrastructure in the Digital Age: A Systematic Literature Review. Int. J. Environ. Res. Public Health 2022, 19, 5906. https://doi.org/10.3390/ijerph19105906

Dr. William Cabral

Dr. William Cabral

Geógrafo e Assessor Científico do Instituto PENSI, com doutorado em Geografia Física pela USP & Columbia University. É especialista em geoprocessamento e análise de dados.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.