PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Por que é importante para as crianças brincar ao ar livre?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Por que é importante para as crianças brincar ao ar livre?

Por que é importante para as crianças brincar ao ar livre?

20/05/2022
  408   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Não importa o tempo, brincar ao ar livre é sempre bom para as crianças. Há evidências científicas de que brincar ao ar livre melhora a saúde, e crianças de todas as idades adoram. Mesmo que o vírus da covid-19 continue a se espalhar, o tempo ao ar livre e a exploração da natureza são seguros para a maioria das crianças. E sabemos que, quanto mais tempo uma criança passa na natureza, maior a probabilidade de crescer e ser uma boa administradora do planeta⁠ – uma vitória ambiental!

A natureza está ao nosso redor. Não precisamos necessariamente viajar muito para curtir curti-la. Sua família pode se conectar com ela em um parquinho na praça, no quintal ou em um grande parque ou jardim público. Muitos espaços verdes públicos aqui em São Paulo têm recursos e programas para todas as idades e habilidades.

Brincar ao ar livre e explorar a natureza são atividades para todas as faixas etárias, veja o que você pode fazer:

Levando o bebê para fora de casa. Quanto mais cedo você compartilhar a natureza com o seu bebê, maior a probabilidade de ele desenvolver um amor ao ar livre ao longo da vida. Até bebês e crianças pequenas podem brincar e aprender na natureza. Dê um passeio pelas árvores usando um carrinho. Coloque o bebê em um cobertor na grama ou areia. Deixe-o aproveitar a brisa fresca, o canto dos pássaros, os cheiros da floresta e as texturas das plantas. Coloque-o algum tempo de barriga para fora, soprando bolhas para ele alcançar e assisti-las brilharem ao sol.

Explore com pré-escolares e crianças mais novas. As crianças pequenas estão se desenvolvendo e aprendendo com cada experiência. Construa esculturas da natureza com galhos, folhas, pedras e muito mais. Pergunte ao seu filho que tipo de padrões ele vê com os diferentes itens, olhando para as copas das árvores, arbustos ou para as nuvens. Deixe seu filho brincar na lama com panelas velhas e utensílios domésticos para desenvolver os sentidos e as habilidades motoras.

Ande de bicicleta, caminhe com a família no seu bairro ou encontre um novo parque para explorar. Descreva o que você vê ao longo do caminho e fale sobre o clima. Use muitos detalhes para ajudá-los a aprender novas palavras e envolver todos os seus sentidos. Tire um tempo para contar uma história ao ar livre. Pegue um cobertor, alguns livros e encontre um local com sombra para ler com seu filho. Escolha livros que falem sobre a natureza e ajude seu filho a fazer conexões. Faça brincadeiras ao ar livre! Encontre-se com amigos para construir conexões sociais.

Desafie crianças mais velhas e adolescentes. Mantenha-se envolvido com o ar livre em família. Aproveite esse tempo para se relacionar com jogos e atividades que todos gostam ou desafie-se com algo novo.

Realize uma caça ao tesouro ou inicie uma coleção de natureza. Procure plantas, árvores, animais e pássaros locais. Colete pedras, folhas ou pinhas. Veja quantos itens as crianças podem encontrar e os reúna em uma coleção.

Chute uma bola de futebol, jogue um frisbee, pule corda ou pratique qualquer outro esporte que você goste para manter a diversão à medida que as crianças crescem.

Faça um piquenique ou planeje um churrasco com amigos e familiares. Compartilhe uma refeição enquanto desfruta do ar livre! Sair de casa oferece mais que uma pausa divertida para crianças e adolescentes: é bom para a saúde e desenvolvimento físico e mental.

Crianças e adolescentes que passam o tempo brincando ao ar livre e curtindo a natureza podem ser:

– Fisicamente mais saudáveis. Mais tempo ao ar livre está associado a um melhor desenvolvimento motor e menores taxas de obesidade e risco de miopia. Tomar sol com segurança também nos ajuda a produzir vitamina D.

– Mais engajados no aprendizado. Brincar ao ar livre promove a curiosidade, a criatividade e o pensamento crítico. Estudos descobriram que as crianças que passaram mais tempo na exploração da natureza tiveram melhores resultados de aprendizagem.

– Mentalmente mais saudáveis. O estresse e a depressão são menores para todas as pessoas que passam mais tempo na natureza. As crianças mostram aumento do foco e redução dos sintomas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Eles ainda têm comportamento mais positivo. Pesquisas mostram que quando as crianças passavam um tempo em ambientes naturais, elas tinham menos raiva e agressividade. O controle de impulso também melhorava.

Aproveite o poder curativo de brincar na natureza – perto de sua casa ou bairro, ou onde quer que você se sinta confortável. Lembre-se de se vestir adequadamente para o clima. Também é uma boa ideia lavar as mãos ou usar desinfetante para as mãos durante e após a aventura.

Por todos esses motivos, a Fundação José Luiz Egydio Setúbal tem o projeto “Boa Praça”, que se propõe a reformar um parquinho em alguma praça de São Paulo, deixando-o em condições de uso, inclusive para crianças com necessidades específicas. Outro projeto que estamos empenhados é o “Healling Trees” que tem o objetivo de plantar quatro mil árvores na cidade de São Paulo.

Fonte:

Academia Americana de Pediatria (Copyright © 2022)

Saiba mais:

https://institutopensi.org.br/healing-trees-ou-arvores-que-curam/

https://institutopensi.org.br/programa-boa-praca/

https://institutopensi.org.br/por-uma-praca-inclusiva/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/o-de-diversao/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/um-bebe-na-praca/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/um-presente-para-a-cidade-de-sao-paulo/

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.