PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
De olho nos piercings falsos e brinquedos magnéticos
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
De olho nos piercings falsos e brinquedos magnéticos

De olho nos piercings falsos e brinquedos magnéticos

10/07/2012
  7642   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Os ímãs de geladeira e outros brinquedos magnéticos podem proporcionar uma experiência divertida e educativa para muitas crianças. No entanto, os ímãs soltos e brinquedos magnéticos feitos para adultos podem causar ferimentos graves e impactos para crianças e adolescentes ao longo da vida.

Em 2008, a Academia Americana de Pediatria (AAP) foi bem-sucedida na defesa de uma nova Consumer Product Safety Commission (CPSC), que trata sobre as normas de segurança para crianças, produtos e brinquedos que contêm ímãs.

Essas novas normas ajudam a manter as crianças seguras, garantindo que os ímãs em produtos infantis não vão cair ou se soltar. Isso diminui o risco de ímãs soltos serem engolidos pelos pequenos. Infelizmente, as novas regras de segurança só se aplicam a produtos infantis. Muitos ímãs são encontrados em produtos projetados para o uso de adultos. Recentemente, crianças foram feridas como resultado de engolir pequenos ímãs redondos comercializados como “alívio de estresse” e brinquedos de mesa para os adultos.

Use as dicas a seguir para proteger seus filhos dos perigos dos produtos magnéticos:

– Mantenha os produtos com pequenos ímãs, presos ou soltos, longe de crianças pequenas que possam engoli-los;
– Acompanhe de perto ímãs soltos e outros produtos magnéticos para garantir que as crianças não vão engoli-los;
– Converse com seus filhos mais velhos e adolescentes sobre os perigos graves associados ao uso de ímãs, como piercings falsos em suas bocas e narizes.

Saiba mais sobre piercings

As crianças que ingeriram ímãs podem ter dor abdominal, vômito e febre. Como esses sintomas são comuns nos pequenos e geralmente não são causados por objetos ingeridos, a verdadeira causa pode não ser suspeitada de imediato.

Atrasar o tratamento pode levar a lesões graves no estômago, intestinos e aparelho digestivo e até mesmo à morte, em casos extremos e muitos raros.

Fontes: Safer Products.GOV e Consumer Product Safety Commission

Atualizado em 18 de março de 2024

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.