PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Mães com maior licença-maternidade amamentam por mais tempo
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Mães com maior licença-maternidade amamentam por mais tempo

Mães com maior licença-maternidade amamentam por mais tempo

28/07/2011
  1975   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

 

Um estudo publicado pelo site da revista Pediatrics, da Academia Americana de Pediatria, confirma a observação dos pediatras (que acabaram por instituir a licença-maternidade de seis meses, bandeira da Sociedade Brasileira de Pediatria), de que um maior tempo  até a volta ao trabalho evidencia uma amamentação materna mais longa.

Leia também: Aleitamento materno é muito importante para a promoção da saúde

Os autores examinaram o efeito de três fatores: comprimento total da licença-maternidade, a licença-maternidade remunerada e tempo de retorno ao trabalho. Combinando estes fatores ao início da amamentação e duração desta.

O estudo, baseado em uma grande amostra nacional de mães nos EUA, mostrou os seguintes resultados: que as mulheres que tiveram pelo menos 13 semanas de licença-maternidade total apresentaram a maior taxa de iniciação do aleitamento materno (74,2%).

As mulheres que tiveram 1 a 6 semanas de licença-maternidade tiveram a menor taxa (64,6%). As mulheres que regressam ao trabalho após 13 semanas tiveram a maior proporção de aleitamento materno predominante para além dos três meses, enquanto aquelas que retornaram dentro de 1 a 6 semanas tiveram a menor proporção.

Fonte: Pediatrics

Atualizado em 22 de janeiro de 2024

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.