PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
A importâcia de uma consulta pediátrica mais longa
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
A importâcia de uma consulta pediátrica mais longa

A importâcia de uma consulta pediátrica mais longa

28/09/2011
  807   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

 

Nos dias de hoje, com a flat de pediatras, os pais estão acostumando-se a passar em consultas de pronto atendimento com seus filhos, deixando de lado as consultas de orientação e puericultura. Como os consultórios médicos de pediatras estão diminuindo esta é uma alternativa para os problemas agudos, mas será que estamos fazendo o melhor para nossos filhos?

Em artigo publicado no site da revista Pediatrics (da Academia Americana de Pediatria – AAP ) “Duration of a Well-Child Visit: Association with Content, Family-Centeredness and Satisfaction,” in the October 2011 issue of Pediatrics (published online Sept. 19) faz uma análise do tempo de consulta e seus resultados. A conclusão obvia a meu ver, é que as consultas pediátricas mais demoradas têm melhor resultados, já que os médicos conseguem uma melhor comunicação com seus pacientes.

Em 2000 entrevistas com pais, houve referência por 33% deles que as consultas em média duram menos de 10 minutos (não é só o SUS que atende rápido) e só 20 % refere consultas maiores do que 20 minutos. Aí, temos que colocar que nos EUA, existe uma pré consulta com enfermeiras que medem, pesam e já fazem um questionário básico, além de uma pós consulta para orientações gerais, de qualquer forma são consultas muito rápidas.

No entanto, mesmo com o menor número de visitas, a satisfação dos pais foi em geral mais elevada quando as consultas demoravam mais. Os resultados do estudo mostram que quando o tempo era limitado, os pediatras eram mais propensos a cobrir os tópicos tradicionais tais como o aleitamento materno e imunização, em seguida, ampliar a discussão para incluir tópicos novos ou adicionais, conforme o tempo permitiu. Avaliações sobre o desenvolvimento foram fornecidas em cerca da metade das consultas quando tempo era menor e de cerca de 70 por cento quando o tempo das visitas eram mais longos.

Os autores concluíram que o esforço para melhorar os serviços de prevenção requer estratégias que abordam o tempo e recursos dedicados à crianças bem-cuidadas.

Para nós pediatras de São Paulo e do Brasil, fica o desafio de fazermos uma boa puericultura e mostrar aos dirigentes da medicina suplementar e do sistema único de saúde que não se pode cuidar bem de nossas crianças com consultas de pronto atendimento.

Lembramos que uma boa consulta pediátrica deve haver abordagem de temas como: imunizações, amamentação e nutrição, prevenção de doenças, marcos de desenvolvimento e questões psicossociais (escola, socialização, sono, etc.), além de espaço para discutir com os pais as dificuldades e as estratégias até a próxima consulta.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: “Duration of a Well-Child Visit: Association with Content, Family-Centeredness and Satisfaction,” in the October 2011 issue of Pediatrics (published online Sept. 19)

 

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Luciana disse:

    Prezados, bom dia!
    Meu filho de 3 anos fez exames de sangue e alguns deram alterados.TAis exames foram realizados após 3 dias de término do antibiótico amoxil bd 400mg, durante 14 dias. Apresentou colesterol total 187mg/dl,LDL colesterol 122mg/dl, HDL coelsterol 51mg/dl e VLDL colesterol 14mg/dl. Pergunto, é possível o antibiótico ter dado alteração nos exames de colesterol?
    Obrigada, Luciana

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Luciana tudo bem? Obrigado pela confiança. O ideal é você tirar essa dúvida com o seu pediatra, pois ele conhece o histórico de saúde da criança. Abraços! 🙂

  • lidiane disse:

    meu pediatra é maravilhoso ele mesmo pesa mede interage com a minha filha……

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade