PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Artes marciais
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Artes marciais

Artes marciais

27/12/2016
  1698   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Milhares de jovens praticam artes marciais em todo o mundo. As artes marciais são conhecidas por melhorar as habilidades sociais, disciplina e respeito em crianças. As crianças também podem melhorar suas habilidades de se concentrar e focar em atividades, bem como melhorar suas habilidades motoras e de autoconfiança. Artes marciais podem ser divertidas e benéficas em qualquer idade.

Embora as artes marciais sejam relativamente seguras, as lesões podem acontecer. A seguir, informações da Academia Americana de Pediatria (AAP) sobre como prevenir lesões de artes marciais.

Dicas de prevenção e segurança lesão

  • Instrutores vão ensinar adequando nível de idade e maturidade da criança. As aulas devem enfatizar a técnica e autocontrole.
  • Técnica: a ênfase de um instrutor na técnica e autocontrole são muito importantes para limitar o risco de lesão. As crianças devem aprender a socar e chutar em posição adequada e utilizando a quantidade adequada de força.
  • Equipamento de segurança deve servir corretamente e ser bem conservado.
  • Quando as regras permitem, capacetes de proteção devem ser usados para treinos ou para atividades com risco de queda, como saltos altos ou chutes voadores.
  • Enchimentos podem ajudar a proteger contra arranhões e hematomas e limitar a dor de chutes e socos.
  • Protetores bucais são necessários
  • Tapetes e pisos devem ser seguros para jogar.
  • Atenção: lacunas entre esteiras podem causar tornozelos torcidos. Pisos molhados ou desgastados podem causar deslizamentos e quedas.

Lesões comuns

  • Arranhões e contusões são de longe as lesões mais comuns observadas nas artes marciais. Contusões são mais bem tratadas com gelo aplicado de 20 a 30 minutos. Elas ficarão melhores lentamente e vão desaparecer ao longo de 2 a 3 dias.
  • Entorses e distensões ficam mais comuns conforme as crianças envelhecem. Tornozelos, joelhos e cotovelos são as articulações mais frequentemente lesadas.
  • Lesões no dedo mindinho e do dedo do pé, são muitas vezes devido à grande quantidade de socos e pontapés de metas acolchoados.
  • Ferimentos na cabeça, podem ocorrer. Importante estar atendo à concussão: qualquer lesão no cérebro que perturba a função cerebral normal numa base temporária ou permanente.

Tipos de artes marciais

O termo “artes marciais” pode ser usado para descrever qualquer número de estilos ou disciplinas de práticas de autodefesa. Existem muitos estilos diferentes praticados em todo o mundo. As formas mais populares são karatê, tae kwon do e judô.

  • Karatê (significa “mãos vazias”, como é normalmente praticado sem armas). Karate é uma forma tradicional japonesa. As mãos e os pés são treinados e preparados para uso em uma forma sem armas de autodefesa.
  • Tae kwon do significa “o caminho do pé e punho.” Esta é uma arte marcial coreana tradicional. É também o mais popular. Esta forma destaca a disciplina, respeito e crescimento pessoal e enfoca o uso dos pés para pontapés poderosos em autodefesa.
  • Judô significa “caminho suave” e é conhecido por uma variedade de técnicas de arremesso. Ela usa muitos métodos para controlar um adversário, enquanto no chão. Em muitos aspectos, é mais parecida com a luta livre do que para as outras artes marciais.
  • Kung fu mais comumente se traduz em “trabalho duro” e é uma das mais antigas formas de artes marciais. O termo pode ser usado para descrever todas as centenas de artes marciais chinesas.
  • Aikido significa “o caminho da harmonia”. Esta arte marcial japonesa é conhecida como um estilo de arremesso.
  • Jiu-jitsu significa “a arte da suavidade” e enfatiza técnicas que permitem um lutador menor a superar um grande adversário, mais forte. Primeiro praticado no Japão, é considerada uma luta de chão ou estilo de luta das artes marciais.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte Cuidados com o jovem atleta folhetos de educação do paciente (Copyright: © 2010 Academia Americana de Pediatria)

As informações contidas neste site não devem ser utilizadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o seu pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade