PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
CELEBRAÇÃO MUNDIAL DO VOLUNTÁRIO
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
CELEBRAÇÃO MUNDIAL DO VOLUNTÁRIO

CELEBRAÇÃO MUNDIAL DO VOLUNTÁRIO

05/12/2017
  1010   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o dia 5 de dezembro como Dia Internacional do Voluntário com o objetivo de promover ações de voluntariado em todas as esferas da sociedade, em vários países.

Voluntariado é uma atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza, ou a instituição privada de fins não lucrativos, podendo ser através de doação de tempo, de conhecimento ou prestação de serviços. No Brasil, o trabalho voluntário é uma atividade estipulada em lei e sua comemoração acontece em 28 de agosto, o Dia Nacional do Voluntariado.

No Brasil, desde o século XVI instituições como a Santa Casa de Olinda, construída em 1539 ou a de São Paulo em 1560, são sustentadas e mantidas com trabalho voluntário. No início, as entidades de caráter voluntário eram ligadas às organizações religiosas e étnicas, por isso, a relação entre valores religiosos e o desenvolvimento do voluntariado.

Quando se fala em voluntariado e criança no Brasil, se destaca o trabalho da Pastoral da Criança, criada em 1983 por Zilda Arns Neumann, médica pediatra e sanitarista brasileira, que busca promover o desenvolvimento das crianças pobres, de zero aos seis anos, por meio de orientações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania.

A participação da população brasileira em ações de voluntariado ainda é pequena, se comparada com outros países. Uma pesquisa do Instituto Datafolha, realizada em dezembro de 2014, encomendada pela Fundação Itaú Social, mostrou que somente 28% das pessoas já participaram de algum tipo de trabalho voluntário e que 11% continuam atuando neste tipo de iniciativa. O percentual brasileiro está abaixo da média mundial que é de 37% enquanto que na China é 55% é no Canadá 50%. A pesquisa ouviu 2.024 pessoas em 135 municípios, e entre os motivos para não ser voluntário estão:

1- “falta de tempo” (40%)

2- “nunca foram convidados” (29%)

3- “nunca pensaram nessa possibilidade” (18%)

4- “não sabem onde obter informações sobre isso” (12%)

Os jovens demonstraram que estão bastante distantes dessas iniciativas, visto que o levantamento apontou que 80% das pessoas de 16 a 24 anos nunca realizaram nenhum tipo de serviço voluntário. A pesquisa do Datafolha apresentou ainda os seguintes resultados: 51% dos que já realizaram voluntariado são homens e 49% são mulheres. Cerca de metade dos voluntários possuem ensino superior completo e dois em cada cinco pertencem às classes econômicas A e B. Mais da metade dos que continuam realizando serviço voluntário têm entre 35 e 50 anos de idade.

Desde 2010, quando foi instituída nossa Fundação, oferecemos vagas para trabalho voluntário dentro das dependências do Sabará Hospital Infantil. Fizemos a primeira formação de voluntários em 2012, além de contar com serviço voluntário do Viva e Deixe Viver, ONG de contadores de histórias. Hoje contamos com mais de 130 voluntários que fazem uma formação específica inicial e através de oficinas durante todo o ano. São acompanhados em reuniões periódicas por profissionais da psicologia do hospital e por educadores que fazem supervisão e orientação para um trabalho de qualidade com pacientes e familiares do hospital.

São realizadas três formações durante o ano, com carga horária de 9 horas teóricas e 12 práticas. Os voluntários trabalham em duplas e dedicam pelo menos 3 horas semanais. Após a formação, se pode escolher onde quer trabalhar: UTI, Unidade de Internação, Centro Cirúrgico, Pronto Socorro, confecção de material a ser utilizado pelas crianças.

Este ano, os funcionários da Fundação José Luiz Egydio Setúbal fizeram a doação de um final de semana de trabalho voluntário no Jardim LaPenna, comunidade carente no centro de São Miguel Paulista. O projeto nomeado de “Viagem Fantástica” contou com a participação de quase 170 funcionários e fez a recuperação de duas praças dentro da comunidade.

Neste dia, gostaria de agradecer a todos os voluntários do Hospital Sabará, que fazem um trabalho fantástico ajudando na rede de humanização do hospital. Também merecem parabéns todos os funcionários que fizeram a doação de seu trabalho na Viagem Fantástica. Finalmente homenageio a todos os voluntários do mundo em seu dia comemorativo com uma frase do escritor alemão de século XVII, Johann Goethe no livro Fausto:

“É feliz apenas aquele que dá.”

 

Saiba mais:

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade