PESQUISAR

Residência Médica
Residência Médica
PENSI e Sabará realizam reunião sobre diagnóstico e manejo clínico do Sarampo
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
PENSI e Sabará realizam reunião sobre diagnóstico e manejo clínico do Sarampo

PENSI e Sabará realizam reunião sobre diagnóstico e manejo clínico do Sarampo

18/07/2019
  126   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O Instituto PENSI e o Sabará Hospital Infantil, através do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), realizaram na noite desta quarta-feira (17), no Auditório do Centro de Treinamento Sabará, a reunião clínica “Sarampo: Uma antiga nova doença. Situação Atual e Manejo Clínico”, uma formação voltada para o Corpo Clínico.

O encontro contou com a participação de 65 pessoas, entre médicos, residentes, enfermeiros, equipe multidisciplinar e estudantes de medicina, com o objetivo de abordar o diagnóstico clínico, laboratorial e aspectos epidemiológicos e de controle de transmissão, incluindo vacinação.

O evento foi moderado pelo Dr. Francisco Ivanildo de Oliveira Junior, Gerente de Qualidade Assistencial e SCIH e contou com a aula do Infectologista Prof. Dr. Marco Aurélio Palazzi Sáfadi, Coordenador do Departamento de Infectologia do Sabará Hospital Infantil, Presidente do Departamento de Infectologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, Membro do Departamento de Infectologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo e Membro do Comitê Científico da Sociedade Mundial de Infectologia Pediátrica (WSPID).

O sarampo é uma doença respiratória altamente contagiosa que se espalha facilmente através do ar ou em superfícies infectadas. Ela provoca erupção cutânea, febre alta, tosse, coriza e olhos lacrimejantes vermelhos; pessoas que estão infectadas com sarampo podem espalhar o vírus por até quatro dias antes que se desenvolvam sintomas. Em casos raros, pode causar encefalite que pode levar à surdez ou deficiência mental. A vacina tríplice viral (caxumba, rubéola e sarampo) é considerada eficiente no combate do sarampo como garante uma série de pesquisas científicas e a própria OMS (Organização Mundial da Saúde).

Vacinação

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, a campanha de vacinação contra sarampo segue até o dia 16 de agosto na capital paulista, prazo válido também para os municípios de Guarulhos, Osasco, São Bernardo do Campo, Santo André e São Caetano do Sul, que iniciaram suas campanhas na última quinta-feira, 11 de julho.

Considerada mais vulnerável a infecções devido a menor procura pela segunda dose da vacina, a imunização é destinada a jovens na faixa de 15 a 29 anos. As estações do Metrô, CPTM, EMTU, ViaQuatro e ViaMobilidade também vão receber postos volantes de vacinação contra o sarampo. A oferta de doses em pontos de transporte coletivo será realizada até 16 de agosto, data prevista para encerramento da campanha. O cronograma será divulgado semanalmente.

Para mais informações acesse http://www.portaldenoticias.saude.sp.gov.br/calendario-postos-de-vacinacao-contra-o-sarampo-nas-estacoes-de-metro-cptm-emtu-e-estradas/

 

Piero

Piero

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade