PESQUISAR

Residência Médica
Residência Médica
Primavera: a estação da alergia
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Primavera: a estação da alergia

Primavera: a estação da alergia

16/10/2012
  539   
  2
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Fique atento aos sintomas alérgicos que podem ser confundidos até mesmo com um simples resfriado

alergias na primavera

Aqui estão alguns sintomas comuns que podem levar você a suspeitar que seu filho possa ter uma alergia:

1- Os sintomas gripais, repetidos ou crônicos, costumam se desenvolver na mesma época, todos os anos. Pode-se incluir o corrimento e congestão nasal, espirros, pigarro, coceira e olhos lacrimejantes;

2- Tosse recorrente, chiado, aperto no peito, dificuldade para respirar e outros sintomas respiratórios podem ser um sinal de asma. A tosse pode ser um fator isolado. Os sintomas que aumentam durante a noite ou com o exercício são visados como suspeitas de asma;

3- Olhos vermelhos, coceira, seca, erupções cutâneas nas dobras dos cotovelos e/ou joelhos, ou na parte de trás do pescoço, nádegas, pulsos, ou tornozelos;

4- Sintomas como urticária, inchaço, engasgos, tosse, vômitos ou dor abdominal significativa que se repetem depois de comer um determinado alimento;

5- Coceira ou sensação de formigamento nas orelhas, boca, garganta, e/ou durante certas épocas do ano ou depois de comer certos alimentos, especialmente frutas frescas.

Alergias comuns nas casas:

1- Os ácaros da poeira (ácaros são microscópicos e são encontrados em móveis, roupas, estofados e tapetes, bem como em outros lugares);

2- Pelos de animais alérgenos (cães, gatos, porcos da índia, coelhos);

3- Alérgenos de pragas (baratas, ratos, ratazanas);

4- Pólen (árvores, gramíneas, ervas daninhas);

5- Bolores e fungos (incluem-se os menores, que podem ser vistos a olho nu);

6- Alimentos (leite de vaca, ovos, amendoim, nozes, soja, trigo, peixe e marisco).

Como gerenciar sintomas de alergia nasal

Sintomas de alergia nasal podem ser causados por uma variedade de alérgenos ambientais, incluindo ácaros, animais de estimação e de pragas, assim como pólen ao ar livre.

Testes devem ser realizados para determinar as alergias que seu filho possui. Um passo importante no manejo de sintomas de alergia é evitar os alérgenos que desencadeiam os sintomas:

a- Se o seu filho é alérgico a animais de estimação, não é recomendado ter um pet no ambiente familiar;

b- Se o seu filho é alérgico a pragas de extermínio profissional, buracos e rachaduras precisam ser vedados, pois servem como pontos de entrada para pragas. Armazenar alimentos em recipientes plásticos com tampas e fazer uma limpeza meticulosa com relação aos restos de comida podem ajudar na eliminação delas e reduzir os níveis de alérgenos;

c- Os ácaros se reúnem onde a umidade é retida e abundante para que eles se alimentem (escamas de pele humana, por exemplo). Eles são especialmente numerosos em roupas de cama, móveis estofados e tapetes. Móveis estofados, como colchões, molas e travesseiros, devem ser cobertos com capas antialérgicas que são disponíveis em lojas especializadas. Lavar roupa de cama e cobertores semanalmente, a cada 1 a 2 semanas com água fervendo é uma opção viável;

d- Se o seu filho tem reações aos alérgenos ao ar livre, pode ser útil usar ares-condicionados quando possível. O banho no final do dia também pode ser útil, pois colabora para a remoção deles nas superfícies do corpo e do cabelo;

e- Para aqueles que possuem alergia ao pólen de grama, evite o contato com áreas em que ela esteja alta.

Medicamentos para controlar os sintomas

O tratamento da criança com alergia deve começar com o auxílio do pediatra. Ele poderá encaminhá-la a um especialista em alergia pediátrica para avaliações adicionais e tratamentos, tais como:

Anti-histamínicos: tomados via oral e podem ajudar com a coceira nos olhos lacrimejantes, coriza e espirros, bem como a coceira na pele e urticária. Alguns tipos podem causar sonolência;

Corticosteróides nasais: altamente eficaz para o controle de sintomas de alergia e são amplamente utilizados para parar sintomas crônicos. Seguro para uso em crianças durante longos períodos de tempo, diariamente;

A imunoterapia para alergia: imunoterapia, ou as vacinas de alergia, pode ser recomendada para reduzir os sintomas da alergia do seu filho. Para quem tem a alergia disparos, só há prescrição em pacientes com os sintomas confirmados.

Pergunte ao seu médico sobre tratamentos adicionais

Medicamento anti-histamínico pode ser prescrito para aliviar a coceira e ajudar a quebrar o ciclo coceira-coçar. Cremes de esteroides podem ser usados sempre com a indicação de um pediatra ou alergista, uma vez que são hormônios potentes com ação em outros órgãos.

Outras dicas:

Uso de pijamas com mangas compridas também podem ajudar a prevenir arranhões noturnos;

Sabonetes que contenham perfumes e desodorantes podem ressecar muito a pele das crianças sensíveis;

Lavar completamente as roupas novas, antes do seu filho usá-las. Evite amaciantes;

Use produtos de lavanderia que são livres de corantes e perfumes. Lave as roupas, as toalhas e as roupas de cama duas vezes e enxague bem;

Banhos mornos e rápidos são boas maneiras de tratar a pele seca por causa do eczema. Seque seu filho com delicadeza após o banho, e evite irritar a pele com a fricção. Aplique creme hidratante imediatamente;

Eczema, especialmente quando é grave, pode estar associado com alergias a alimentos (por exemplo, leite, ovo, amendoim).

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: American Academy of Pediatrics – © 2012

Abstraído de alergias e asma: O que cada pai precisa saber, 2 ª Edição.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade