PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Sintomas comuns de Hiperatividade / Impulsividade
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Sintomas comuns de Hiperatividade / Impulsividade

Sintomas comuns de Hiperatividade / Impulsividade

13/06/2017
  994   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
  • Primeira infância (pré-escolar ou de 0-6 anos)
    • Comportamento dentro do comportamento normal:

A criança corre em círculos, não descansa, pode bater em objetos ou pessoas, e faz perguntas constantemente.

  • Comportamento que sinaliza de Hiperatividade / Impulsividade:

A criança esbarra frequentemente nas pessoas ou bate coisas para baixo durante o jogo, está ferido frequentemente, e não quer sentar-se para histórias ou jogos.

  • Comportamento sinalizando a possível presença de TDAH, tipo hiperativo-impulsivo:

A criança corre pela casa, salta e sobe excessivamente em móveis, não se senta imóvel para comer, por exemplo.

  • Infância do meio (das séries primárias até os anos de pré-adolescência 7 a 12 anos)
    • Comportamento dentro da faixa normal:

A criança joga jogos ativos por longos períodos. A criança pode ocasionalmente fazer coisas impulsivamente, particularmente quando excitada.

  • Comportamento sinalizando um problema de hiperatividade / impulsividade:

A criança pode entrar em outros jogos infantis, interromper com frequência e ter problemas para concluir as tarefas.

  • Comportamento sinalizando a possível presença de TDAH, tipo hiperativo-impulsivo:

A criança muitas vezes está falando e interrompendo, não pode ficar parado nas horas das refeições, é muitas vezes inquieto ao assistir televisão, faz barulho que é perturbador e pega brinquedos ou outros objetos de outros.

  • Adolescência ( final do ensino fundamental e ensino médio de 13 a 18 anos)
    • Comportamento dentro da faixa normal:

O adolescente se envolve em atividades sociais ativas (por exemplo, dançando) por longos períodos, e pode se engajar em comportamentos de risco com seus pares.

  • Comportamento sinalizando um problema de hiperatividade / impulsividade: O adolescente se envolve em mentiras e começa a irritar os outros, e ele se preocupa em classe ou enquanto assiste televisão.
  • Comportamento sinalizando a possível presença de TDAH, tipo hiperativo-impulsivo:

O adolescente está inquieto ao fazer todas e quaisquer atividades silenciosas, interrompe e “amola” outras pessoas, e entra em problemas com frequência. Os sintomas hiperativos diminuem ou são substituídos por uma sensação de inquietação.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte;  TDAH: O que todos os pais precisam saber (Copyright © 2011 American Academy of Pediatrics)

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade