PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Berços automáticos que balançam funcionam?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Berços automáticos que balançam funcionam?

Berços automáticos que balançam funcionam?

03/08/2023
  1801   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Afastado do atendimento de pediatria há alguns anos, me deparei com essa pergunta do meu filho, que estava comprando um berço para meu mais novo neto, o Benjamim.

Como não conhecia e nunca havia ouvido falar, fui atrás do assunto. O berço “antropomecânico” simula o movimento fisiológico do corpo humano. Esses berços existem há alguns anos e parecem ter algum resultado. Nos Estados Unidos, existem alguns berços inteligentes que não existem no Brasil, pelo menos não achei para vender na internet. Esses berços inteligentes parecem ter um resultado ainda melhor.

O Snoo, o pioneiro desses berços inteligentes, foi ideia do Dr. Harvey Karp, autor de The Happiest Baby on the Block, com a ajuda do icônico designer suíço Yves Béhar e um punhado de engenheiros do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Em seus primeiros dias, o berço de alta tecnologia atraiu a atenção da Wired, CNET, CNN Business, revista New York e Fast Company, que chamaram o Snoo de “o melhor berço com o qual os pais só podem sonhar”. O New York Times traçou o perfil de Karp em 2018, em “Como Harvey Karp transformou o sono do bebê em um grande negócio”, afinal das contas, era muito mais caro que qualquer outro berço do mercado.

Não há dúvida, porém, de que o Snoo protege o bebê em uma posição segura para dormir – em uma superfície firme, de costas – garantindo que ele não role de bruços sem que os pais percebam. Também não há dúvida de que o sono é importante – tanto para os bebês quanto para a saúde mental e física de seus pais, frequentemente sobrecarregados. A realidade inconveniente é que todos os bebês são diferentes e é impossível saber com antecedência se o Snoo funcionará melhor para sua família do que um berço que custa, digamos, um décimo do preço. Nas minhas pesquisas, encontrei que vários especialistas em pediatria, incluindo professores e membros da Academia Americana de Pediatria (AAP), desaconselham o uso de Snoo e outros berços inteligentes.

Já em relação aos berços que balançam automaticamente, encontrei um trabalho interessante que analisa o balançar dos berços e sua função em acalmar as crianças: “Anthropo-Mechanical Cradles: A Multidisciplinary Review”, escritos por um professor polonês e outro americano para uma revista de saúde pública e que chega as seguintes conclusões:

  • A literatura científica relata os efeitos benéficos do movimento harmônico em uma criança;
  • Análises de movimento fundamentam as classificações de todos os berços em seis tipos (inclinação, guiada, rede, sarong, balanço e berço ascendente); o critério de classificação incluiu a natureza do movimento do berço em relação aos planos e eixos anatômicos do corpo da criança;
  • Tecnologias modernas permitem o uso do movimento com parâmetros pensativos, portanto, mais seguro para a criança;
  • O movimento dentro dos parâmetros semelhantes aos realizados passivamente pela criança no útero enquanto a mãe está andando foi considerado benéfico e seguro;
  • O uso de tecnologia avançada permite a possibilidade de conceber e criar um berço mecatrônico automático com um movimento seguro para a criança. Futuros berços antropomecânicos inovadores, que seguem parâmetros fisiológicos do movimento humano, podem ser usados com segurança, com uma amplitude vertical que varia de -13 a + 15 mm e uma frequência de até 2 Hz.

Portanto, na opinião dos autores, berços que balançam automaticamente em velocidades e amplitudes fisiológicas parecem trazer benefícios em acalmar as crianças.

 

Fontes:

Int. J. Environ. Res. Public Health 2022, 19(23),

2022 /Published: 26 November 2022

(This article belongs to the Topic Built Environment and Human Comfort)

Maciej Sydor  Faculty of Forestry and Wood Technology, Poznań University of Life Sciences, 60-637 Poznań, Poland

Jessica Pop  College of Health Sciences, Midwestern University, Downers Grove, IL 60515, USA

Anna Jasińska Faculty of Civil and Transport Engineering, Poznan University of Technology, 60-965 Poznań,Poland

nytimes.com/wirecutter/reviews/snoo-smart-sleeper-what-to-know/#whats-the-story-with-the-snoo

 

Saiba mais:

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/disturbios-do-sono-em-criancas-como-os-pais-podem-ajudar/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/orientacoes-do-sono-na-infancia/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/guia-para-pais-sono-seguro/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/ajudando-sua-crianca-a-formar-bons-habitos-de-sono/

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.