PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Amamentar também faz bem para a mãe
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Amamentar também faz bem para a mãe

Amamentar também faz bem para a mãe

07/08/2018
  2114   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A Semana Mundial de Aleitamento Materno, de 1 a 7 de agosto, faz parte de uma história mundial focada na Sobrevivência, Proteção e Desenvolvimento da Criança. Desde sua criação em 1948 que a Organização Mundial de Saúde – OMS tem entre suas ações aquelas voltadas a saúde da criança, devido a grande preocupação com a mortalidade infantil. Em 1990, de um encontro organizado pela OMS e UNICEF resultou um documento adotado por organizações governamentais e não governamentais, assim como, por defensores da amamentação de vários países, entre eles o Brasil.

Amamentar é um presente maravilhoso para a mãe, assim como seu bebê. Apresentamos aqui muitas razões para a amamentação exclusiva até os 6 meses. Muitas mães sentem satisfação e alegria da comunhão física e emocional que experimentam com seu filho durante a amamentação. Esses sentimentos são aumentados pela liberação de hormônios, tais como:

  • Prolactina: Produz uma sensação pacífica e nutritiva que lhe permite relaxar e concentrar-se no seu filho.
  • Oxitocina: promove um forte sentimento de amor e apego mãe/filho.

Esses sentimentos agradáveis podem ser uma das razões porque muitas mulheres que amamentaram seu primeiro filho escolhem amamentar as crianças que seguem. A amamentação proporciona benefícios para a saúde das mães além da satisfação emocional.

1- As mães que amamentam se recuperam do parto mais rápida e facilmente. A oxitocina liberada durante a amamentação, acelera o útero retornar ao seu tamanho e pode reduzir os sangramentos pós-parto.

2- Estudos mostram que as mulheres que amamentaram reduziram as taxas de mama e câncer de ovário.

3- Outros estudos indicam que a amamentação pode reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2, artrite reumatoide e doenças cardiovasculares, incluindo hipertensão arterial e colesterol alto.

4- O aleitamento materno exclusivo atrasa o retorno do período menstrual da mãe, o que pode ajudar a prolongar o tempo entre gestações. (A amamentação exclusiva pode fornecer uma forma natural de contracepção se as menstruações da mãe não tiverem retornado, o bebê estiver amamentando dia e noite e tiver menos de seis meses de idade).

Veja mais – Benefícios da amamentação para mãe.

Além desses benefícios, o aleitamento materno oferece vantagens práticas para a amamentação:

1- O leite humano é muito mais barato do que a fórmula.

2- À noite, colocar um bebê em seu peito é muito mais simples e mais rápido do que levantar-se para preparar ou aquecer uma mamadeira de fórmula.

3- É maravilhoso, também, ser capaz de pegar o bebê e sair pela cidade ou em viagens mais longas sem ter que carregar um saco cheio de equipamentos de alimentação.

4- Amamentar também é bom para o ambiente, uma vez que não há mamadeiras para lavar, aquecer ou fórmulas para jogar fora.

Não deixe de ver – Benefícios da amamentação do sistema imunológico do seu bebê.

Por mais bem-vindos que todos esses benefícios sejam, no entanto, a maioria das mães colocam o sentimento de realização materna no topo da sua lista de razões para a amamentação.

Amamentação fornece uma experiência emocional única para a mãe e o bebê. Amamentar é o único comportamento parental que só a mãe pode fazer por seu bebê, criando uma única e poderosa conexão física e emocional. Seu parceiro, os irmãos do bebê e outros parentes podem todos apreciar o novo membro da família sendo recebido de forma tão amorosa.

Saiba mais:

https://goo.gl/VkUGmf

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: “New Mother’s Guide to Breastfeeding”, 2nd Edition (Copyright © 2011 Academia Americana de Pediatria)

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade