PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Como funciona a TV?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Como funciona a TV?

Como funciona a TV?

12/11/2015
  408   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

tv
Você sabe como funciona uma TV? No artigo de hoje traremos essa curiosidade de maneira prática e fácil de entender. Descubra o que está por trás das imagens que surgem em sua tela!

A TV é um dos aparelhos mais difundidos da história. Historicamente, já se tinha o interesse da criação de um aparelho desta espécie desde o século XIX. A TV foi criada na década de 1840 e, em 1842, já se estudava a possibilidade de transmissão de imagem em grande distância. Personalidades como Alexander Bain, Willoughby Smith, John L. Baird, Wladmir Zworykin e Paul Niokow ajudaram a estudar essa ideia e tiveram um papel fundamental no desenvolvimento do projeto final. O aparelho televisivo passou então por um processo lento e extenso de aprimoramentos que durou várias décadas, até ser utilizado pela primeira vez no período do Nazismo e, logo depois, espalhando-se ao longo de toda a Europa. A partir desta época, estudiosos começaram e estudar outra possibilidade além da imagem: a de dar-lhe cor. Em 1954, a emissora norte-americana que, na época, chamava-se NBC, empregou um sistema inovador que viria a realizar uma transmissão a cores pela primeira vez na história da Ciência.

No Brasil, o aparecimento da televisão data de 1939, tendo sido uma grande e promissora novidade tecnológica em uma feira antiga que ocorria anualmente na capital do Rio de Janeiro chamada Feira Internacional de Amostras. Cerca de três anos mais tarde, um empresário chamado Chateaubriand realizou a inauguração do que viria a ser a primeira transmissão de TV comercial do país, a aclamada e legendária TV Tupi. Hoje em dia, além dos canais abertos que cada país apresenta isoladamente, existe a possibilidade de assistir a conteúdos de todo o planeta e em tempo real, tarefa que é executada e vendida pelas famosas operadoras televisivas, tais como Sky e NET, entre muitas outras.

O que são as operadoras?

Empresas responsáveis pela distribuição de sinais vindos de fora que normalmente não seriam captados pelos mecanismos de transmissão local. Essa transmissão no Brasil é feita através de uma assinatura, uma vez que a empresa não produz nenhum conteúdo. Elas tem como papel capturar sinais dos canais contratados e enviá-los para seus assinantes via cabo, satélite ou micro ondas.

Mas, de onde vem a imagem que aparece em minha TV?

No Brasil, existem três sistemas distintos de transmissão de sinais de televisão, sendo eles: cabo, MMDS e DTH. A transmissão por cabo já foi o sistema mais popularizado e conhecido no país, porém não é o mais utilizado, com cerca de 38% de usuários. Neste sistema de transmissão, a operadora de TV irá captar sinais vindos dos satélites e envia-los aos assinantes do cabo por meio de antenas. Na transmissão MMDS, com 62% de usuários, a operadora irá receber os sinais via satélite e retransmiti-los aos assinantes através de radiofrequência. Já o sistema de transmissão DTH, com menos de 1% de assinantes, o usuário receberá os sinais diretamente do satélite por meio de uma antena parabólica ligada ao seu decodificador de sinais. Os sinais captados e enviados para sua televisão também são usados para telefonia e transmissão de dados, e a qualidade de cada transmissão pode variar, dependendo da região onde você mora, do clima e das interferências que possam ocorrer nos sinais, principalmente, tratando-se dos sinais DTH, que, por outro lado, são muito mais práticos do que a transmissão tradicional efetuada por cabo.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade