PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
“Desafio da canela”: a nova brincadeira das redes sociais
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
“Desafio da canela”: a nova brincadeira das redes sociais

“Desafio da canela”: a nova brincadeira das redes sociais

29/04/2013
  1071   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

É preciso conscientizar crianças e adolescentes sobre os perigos de atividades que bombam na internet

desafio da canela - cinnamon challenge

Há alguns anos, as modas eram comer não sei quantas bolachas de água e sal em 1 minuto ou pegar a bala de hortelã nas garrafas PET. Agora, a nova mania dentre os adolescentes parece ser o “desafio da canela” (cinnamon challenge) que, nos EUA, parece ser um problema a ponto da Academia Americana de Pediatria publicar um artigo sobre o assunto.

Um artigo da revista PediatricsA ingestão e aspiração de canela por crianças e adolescentes: o “desafio canela, mostra os casos de crianças e adolescentes que aceitaram o desafio de engolir uma colher de canela em pó. Desde agosto de 2012, foram mais de 50 mil vídeos no YouTube que mostraram jovens envolvidos nesta “atividade”. Alguns chegam a tossir e sufocar com o tempero que provoca um reflexo de vômito intenso, em resposta a uma sensação cáustica na boca e na garganta.

Comer canela em pequenas quantidades, misturado com outros alimentos, não causa esses problemas para a maioria das pessoas, mas grandes quantidades podem ser prejudiciais por causa das fibras e outros componentes do tempero. Segundo os autores, esta brincadeira tem levantado preocupações na comunidade médica por causa de casos de asfixia, de aspiração e de danos aos pulmões. Alguns adolescentes têm ido para o serviço de emergência depois de fazer o “Desafio da Canela” e alguns têm necessidade de internação hospitalar por causa dos pulmões colapsados.

Pelo menos 30 jovens nos EUA precisaram de atendimento médico. Também houve 178 chamadas para os centros de controle de intoxicações dos EUA em 2012, relacionados com esta façanha.

Embora os autores pontuem que, na maioria dos casos, os efeitos do “desafio da canela” são temporários, pode haver lesões de longa duração, a cicatrização e a inflamação das vias aéreas. Esta atividade pode representar riscos maiores e desnecessários de saúde para as pessoas que são alérgicas à canela ou que têm doenças respiratórias, como a asma.

Finalmente, os autores recomendam que a combinação de mídias sociais e a pressão dos responsáveis contra esta moda podem ser importantes para crianças e para adolescentes. Por isso, é importante que pediatras, pais e escolas aconselhem e orientem sobre os riscos deles participarem dessas atividades.

Muitas vezes, os jovens gostam de desafiar uns aos outros para tentar diversas acrobacias com brincadeiras que podem não ser seguras. Porém, uma má ideia que recebe a atenção de milhões de adolescentes e jovens adultos graças à internet pode fazer com que eles terminem feridos.

De nossa parte, o recado está aí, divulgamos a informação sobre os perigos. Cabem aos pais e aos cuidadores dos adolescentes fazer também seu papel. Se este for seu caso, compartilhe e divulgue isto.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Ingestion and Aspiration Dry Cinnamon by Children and Adolescents: The ‘Cinnamon Challenge | Pediatrics

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade