PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Dia de Doar
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Dia de Doar

Dia de Doar

28/11/2017
  818   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

No dia 28 de novembro se faz uma campanha para valorizar uma cultura de doação no Brasil e no mundo, em que 35 países participam. Nessa oportunidade, várias ONGs, Fundações, Institutos fazem campanhas com apelos de doação para sua causa.

Ao longo de 2015, 77% dos brasileiros fizeram algum tipo de doação, sendo que 62% doaram bens, 52% doaram dinheiro e 34% doaram seu tempo para algum trabalho voluntário. Se considerarmos apenas os que doaram dinheiro para organizações sociais, são 46%. As doações individuais dos brasileiros totalizaram R$ 13,7 bilhões, valor que corresponde a 0,23% do PIB do Brasil.

Esses resultados integram o mais completo estudo já feito no país sobre o perfil do doador brasileiro. O levantamento, encomendado ao Instituto Gallup, entrevistou 2.230 pessoas em todo o País, com 18 anos ou mais, residentes em áreas urbanas e com renda familiar mensal a partir de um salário mínimo.

Nos últimos meses faço parte de um grupo de pessoas que tentam trazer para o Brasil um movimento semelhante ao “Giving Pledge”, idealizado em 2010 por Bill e Melinda Gates e Warren Buffett, com o intuito de convencer bilionários do mundo a doar pelo menos 50% do seu patrimônio em vida. Já existem 171 signatários com compromisso moral de fazer isso. Por aqui estamos conversando com grandes doadores e famílias de empresários. No Brasil existe, sim, uma cultura de doação, diferente da dos americanos, até por questões fiscais e culturais muito diferentes. Por aqui, quem tem muito dinheiro ou pode usar, utiliza as leis de incentivo fiscal para fazer as doações, sejam elas individuais ou pelas pessoas jurídicas. Na verdade, isso não pode ser considerado uma doação, mas sim um direcionamento do imposto para uma causa.

Doar em nosso país, principalmente para aqueles que foram mais afortunados com bens materiais ou culturais, pode ser uma maneira de diminuir as desigualdades e de nos fazer seres humanos melhores. Você pode contribuir com seu tempo, com seu conhecimento, com bens materiais, ou com sua network, apresentando projetos que você gosta.

Todos nós temos uma causa, todos nós temos alguma coisa que nos toca e que gostaríamos de ajudar. Procure a sua causa e veja como você pode ajudar.

José Luiz Setúbal

 

http://idis.org.br/pesquisadoacaobrasil/

http://www.diadedoar.org.br/

https://givingpledge.org/

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade