PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Dormir à noite toda
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Dormir à noite toda

Dormir à noite toda

03/08/2016
  599   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Bebês crescem saudáveis e ​​geralmente não precisam ser despertados para serem amamentados. Verifique com o seu pediatra sobre o despertar noturno se seu bebê não está fazendo o seguinte:

1- Crescendo e ganhando peso de forma constante.

2- Se alimentando bem de 8 a 12 vezes por dia – para uma bebê que mama no peito – ou 5 a 8 vezes por dia para um bebê alimentado por mamadeira ou criança mais velha.

3- Urinar normalmente com pelo menos 4 fraldas molhadas por dia.

4- Ter pelo menos 3 evacuações normais por dia. A maioria dos bebês de amamentação tem movimentos intestinais mais frequentes que os que utilizam leite em pó de fórmulas.

É importante fazer o bebê adormecer com uma sensação de calma, como balançar, chupando um dedo ou mão, ou a sucção não nutritiva no peito ou ninando. No entanto, nunca coloque seu bebê no berço com uma mamadeira para ele usar quando necessário. O açúcar natural em muitos líquidos promove o crescimento das bactérias que causam a cárie dentária, e o efeito é especialmente grave quando o resíduo açucarado permanece na boca durante toda a noite. Isso pode resultar em cárie dentária grave, conhecida como cárie de mamadeira. Líquido na boca também pode retroceder através das trompas de Eustáquio, as pequenas passagens que correm entre a garganta e ouvido. Isso pode criar condições que favorecem o desenvolvimento de infecções de ouvido.

Dê muita atenção ao bebê enquanto está acordado. Especialmente no início, os bebês precisam de ajuda para se sentirem calmos e seguros.

Preste atenção aos sinais de estar com sono ou cansado. Ao perceber sinais do seu bebê logo no início você também vai ter a oportunidade de ajudá-lo a adormecer antes que fique muito irritado.

É importante para os pais, cuidadores, famílias e amigos entenderem que, nessa idade, um bom sono é de uma criança que acorda com frequência, mas volta a dormir assim que esteja satisfeita (alimentada ou limpa). Não é uma criança que dorme sem acordar durante 10 horas durante a noite. Despertar frequentemente é desenvolvido gradualmente e de forma apropriada e permite que o bebê acorde quando ele está em uma situação em que ele não está recebendo oxigênio suficiente ou está tendo problemas em respirar. Dormir sem ser perturbado por períodos prolongados nesta idade não é saudável.

Digo sempre que depois que se tem filhos, nunca mais voltamos a dormir sossegado, o que varia é o tipo de preocupação.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte Sono: O que cada pai precisa saber (Copyright: © 2013 Academia Americana de Pediatria)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade