PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Hábitos do sono: Os riscos à saúde dos adolescentes
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Hábitos do sono: Os riscos à saúde dos adolescentes

Hábitos do sono: Os riscos à saúde dos adolescentes

09/08/2018
  1039   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Adolescentes com menor duração do sono e menor eficiência do sono apresentaram os perfis cardiovasculares e metabólicos menos saudáveis

Que o sono é importante para o ser humano, não se discute. A duração mais curta do sono está associada à obesidade infantil. Poucos estudos medem objetivamente a quantidade e a qualidade do sono ou examinam biomarcadores cardiometabólicos além da obesidade.

Num artigo interessante, pesquisadores monitoraram os hábitos de sono de cerca de oitocentos adolescentes e examinaram como seus hábitos afetaram seus fatores de risco cardiovascular.

Neste estudo publicado na edição de junho de 2018 da revista Pediatrics, “Características Objetivas do Sono e Saúde Cardiometabólica em Adolescentes Jovens” usou dispositivos de actigrafia de pulso (a medição de movimentos durante o sono), em vez de auto relatos como em estudos anteriores, para ver quanto e qual qualidade de sono de adolescentes estavam recebendo a cada noite.

Os pesquisadores examinaram a gordura corporal, pressão arterial, lipídios e resistência à insulina dos adolescentes. Ao analisar os hábitos de sono, eles descobriram que o sono inadequado era altamente prevalente.

Mais de 30% dos adolescentes têm dormido menos de sete horas a cada noite e mais de 42% com eficiência de sono muito baixas (85% do tempo).

Adolescentes com menor duração do sono e menor eficiência do sono apresentaram os perfis cardiovasculares e metabólicos menos saudáveis, incluindo aumento da gordura corporal, maior pressão arterial sistólica e menor HDL-colesterol.

Os pesquisadores concluem que esses resultados apoiam a necessidade de olhar para o papel das intervenções de quantidade e qualidade do sono como formas de melhorar os perfis de risco cardiovascular dos adolescentes.

Para os pais e para os adolescentes, cabe a orientação de dormirem mais, procurarem ter hábitos de sono mais tranquilos, evitando o uso de mídias sociais antes de dormir e procurar atividades mais relaxantes após o jantar.

Tudo isso irá impactar de maneira positiva a qualidade de vida e a saúde destes jovens.

Saiba mais sobre este assunto:

Hospital Infantil.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics June 2018

From the American Academy of Pediatrics

Article

Objective Sleep Characteristics and Cardiometabolic Health in Young Adolescents

Elizabeth M. Cespedes Feliciano, Mirja Quante, Sheryl L. Rifas-Shiman, Susan Redline, Emily Oken, Elsie M. Taveras

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade