PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Por que o mar é azul?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Por que o mar é azul?

Por que o mar é azul?

05/02/2015
  2659   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

mar azul

Mas você já reparou que quando você pega a água no mar no baldinho ela fica transparente? Por que será?


As férias chegaram e com elas aquelas manhãs gostosas na praia brincando com os amiguinhos e se divertindo, com muito cuidado e proteção, claro, no mar bem azulzinho. Mas você já reparou que ele só é azul quando visto de longe e que fica transparente quando você pega ele com a mão em conchinha ou quando leva para brincar no baldinho debaixo da barraca? Pois é, a água, do mar, do rio, da cachoeira ou da torneira, é sempre transparente, a cor que nós vemos vai depender da quantidade de areia e outros microorganismos que não conseguimos ver e que ficam lá, flutuando na superfície da água, e que acabam refletindo a luz do sol. Nós vemos o mar azul à distância porque na verdade estamos vendo o sol refletindo nessas substâncias em maior quantidade, que absorvem as outras cores e refletem o azul. Mas quando vemos de pertinho esse reflexo diminui, e a água fica transparente de novo.

O mar só reflete a cor azul porque a absorção da luz é seletiva, e quando a luz penetra na água ela absorve o espectro eletromagnético das radiações que (olha só!) correspondem à luz vermelha. Ué, mas e o azul, você vai pensar. Acontece que o azul é a cor complementar à vermelha, então a que consegue atravessar é o azul. Assim, quanto maior a quantidade de água, mais azulzinha ela vai parecer. Por outro lado também existe mar verde, não é? É fácil de entender, seguindo o mesmo princípio: se você prestar atenção, nas praias próximas às ilhas e à costa, a água fica mais para verde do que pelo azul. Isso acontece porque existe mais matéria orgânica amarelada, como algas e sedimentos que interferem na reflexão da luz e quando se misturam com o verde forma a cor azul.

Ou seja, dependendo da quantidade e do tipo de partículas que estiverem em suspensão na água, o mar pode, na verdade, apresentar várias cores diferentes – e é verdade que nem todas são tão bonitas quanto o azul que você está acostumado. O Mar Negro, por exemplo, que fica entre a Turquia e a Rússia, tem esse nome justamente por causa da presença de bactérias que dão origem a ácidos escuros, que interferem na reflexão da luz. Já o Mar Vermelho, entre a Arábia e a África, tem águas ricas em ferro, mas mesmo assim essa coloração só aparece em alguns pontos. A água também pode ficar marrom em dias de chuva ou de tempestade por causa dos ventos e das correntezas que carregam detritos e reviram o fundo, mexendo a areia e deixado mais sedimentos em suspensão. Apesar de o mar refletir um pouco a cor do céu, ele não é azul por causa dele, mas sim porque a luz azul não é absorvida. Caso contrário o mar deveria ficar branquinho quando o céu está todo nublado, não é mesmo?

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade