PESQUISAR

Residência Médica
Residência Médica
Os riscos para a saúde de crianças carentes
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Os riscos para a saúde de crianças carentes

Os riscos para a saúde de crianças carentes

16/01/2019
  275   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A falta de moradia pré-natal está associada a riscos elevados de resultados neonatais adversos.

Como o tempo e a falta de moradia durante a gravidez e o início da vida da criança se relacionam com a saúde infantil pós-natal não é claro. Mas, a saúde de crianças carentes precisa de atenção.

Não há tempo seguro para uma criança ficar desabrigada, enquanto estiver no útero ou durante o desenvolvimento inicial após o nascimento. Ambas estavam associadas a um número significativamente maior de hospitalizações e pior saúde do que aquelas famílias que nunca estiveram desabrigadas, de acordo com um novo estudo de Pediatrics.

O estudo, “Timing and Duration of Pre- e Postnatal Homelessness and the Health of Young Children”, foi publicado em outubro de 2018. Pesquisadores entrevistaram mais de vinte mil sem-teto no período pré-natal; outros que estavam desabrigados apenas no período pós-natal; e um grupo que relatou estar desabrigado antes e depois do parto.

As crianças que estavam no grupo de desabrigados pré-natais foram significativamente mais propensas a serem hospitalizadas desde o nascimento e estavam em condições de saúde suficiente ou ruim em comparação àquelas cujas mães nunca estiveram desabrigadas.

A saúde de crianças carentes que estavam no grupo de sem-abrigo pós-natal, compartilhavam os mesmos efeitos adversos e tinham maiores riscos de desenvolvimento neuropsíquico e motor.

Os autores encontraram que quanto mais cedo e mais longa a duração da falta de moradia, maior o custo da saúde e do desenvolvimento da criança, o que pode ter efeitos duradouros.

Depois de controlar os resultados do nascimento, o estresse de sem-teto pré e pós-natal foi encontrado para ser associado a um aumento do risco de resultados adversos para a saúde pediátrica em relação àqueles que nunca foram desabrigados.

Intervenções para estabilizar as famílias jovens o mais rápido possível em moradias adequadas e acessíveis podem resultar em melhores resultados na saúde pediátrica.

Num país tão desigual como o Brasil e com as dificuldades de parte da população a ter acesso ao pré-natal e do acompanhamento pela saúde da família, acredito que situações como esta mostrada nesse artigo seja bem comum no país.

Esperamos que nossos governantes atuem na primeira infância como um programa visando a melhora da saúde de crianças carentes, educação e assistência social, pois assim teremos uma sociedade melhor.

Leia mais artigos no blog do Hospital Infantil Sabará:

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics September 2018

Timing and Duration of Pre- and Postnatal Homelessness and the Health of Young Children

Megan Sandel, Richard Sheward, Stephanie Ettinger de Cuba, Sharon Coleman, Timothy Heeren, Maureen M. Black, Patrick H. Casey, Mariana Chilton, John Cook, Diana Becker Cutts, Ruth Rose-Jacobs, Deborah A. Frank

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade