PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Como os pais se comportam tem a ver com a dificuldade alimentar de seus filhos?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Como os pais se comportam tem a ver com a dificuldade alimentar de seus filhos?

Como os pais se comportam tem a ver com a dificuldade alimentar de seus filhos?

24/05/2023
  1036   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

As crianças têm maior chance de apresentarem problemas de alimentação quando são filhos de pais permissivos ou negligentes (ou também chamados de pais terceirizadores não envolvidos), devido a vários fatores. Embora a maioria das pesquisas relacionadas a problemas alimentares e parentalidade não abordem diretamente essa questão específica, é possível inferir informações com base em dados relacionados à nutrição infantil e à relação entre cuidadores e as crianças.

Os pais permissivos são aqueles que têm uma abordagem mais relaxada em relação a regras e limites, permitindo que seus filhos não tenham limites, horários, determinando que são as crianças que ‘mandam’ dentro da casa.

Os pais negligentes ou não envolvidos são aqueles que não dão a devida atenção às necessidades e aos cuidados de seus filhos. Este tipo de relação com as crianças determina uma maior chance de escolhas alimentares ruins e um maior risco de baixo peso ou excesso de peso.

Uma nutrição adequada na infância é fundamental para o desenvolvimento físico e cognitivo das crianças. Entretanto, quando os pais são permissivos ou negligentes em relação à nutrição de seus filhos, podem surgir problemas como:

  • Hábitos alimentares inadequados: pais permissivos ou negligentes podem permitir que as crianças façam escolhas alimentares pouco saudáveis, como consumir alimentos ricos em açúcar, gorduras saturadas e sal, em vez de uma dieta equilibrada e nutritiva. Esses hábitos podem persistir por toda a vida e contribuir para problemas de saúde, como obesidade, diabetes e doenças cardíacas.
  • Falta de rotação de alimentos: pais permissivos ou negligentes podem não estabelecer um rodízio adequado de alimentos para as crianças, o que pode levar a irregularidades nas refeições e lanches, prejudicando a capacidade da criança de reconhecer sinais de fome e saciedade. Isso pode resultar em comportamentos alimentares desregulados, como comer demais ou recusar determinados alimentos.
  • Falta de supervisão: pais negligentes podem não estar presentes ou não prestar atenção suficiente aos lanches das crianças, o que pode levar a comportamentos alimentares indesejados, como comer em excesso, comer alimentos não saudáveis ou deixar de lado lanches importantes.
  • Falta de orientação adequada: pais permissivos ou negligentes podem não fornecer orientação suficiente sobre a importância da alimentação saudável, não ensinar habilidades básicas de alimentação e não promover um ambiente alimentar positivo.

Estudos de nosso grupo multidisciplinar, o CENDA – Centro de Excelência em Nutrição e Dificuldades Alimentares do Instituto PENSI, no Sabará Hospital Infantil, mostraram que o estilo de comportamento e reação às atitudes na alimentação das crianças têm relação com o tipo de diagnóstico da dificuldade alimentar, com maior prevalência de seletividade, pouco apetite e maior peso das crianças que foram avaliadas.

Um diálogo muito intenso com os pais pode ajudar no tipo de comportamento à refeição, e o modo de relacionamento com a criança, permitindo um maior conforto no dia a dia das famílias. De forma indireta, o comportamento dos pais influi de modo intenso no comportamento da criança. Precisamos ouvir mais os responsáveis para entender melhor e poder ajudar!

Dr. Mauro Fisberg

Dr. Mauro Fisberg

Pediatra e Nutrólogo. Coordena o Centro de Excelência em Nutrição e Dificuldades Alimentares (CENDA) do Instituto Pensi. Membro do corpo de orientadores em Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria da UNIFESP.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.