PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Como se forma o arco-íris?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Como se forma o arco-íris?

Como se forma o arco-íris?

20/08/2014
  7995   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Como se forma o arco iris?

O arco-íris é um fenômeno muito próximo das crianças e que estimula sua imaginação. Veja como explicar sua formação para elas da forma mais simples. 

O arco-íris é um dos fenômenos naturais mais fascinantes e mais próximos das crianças. Depois da sucessão da noite e do dia, dos dias de sol e de chuva, o arco-íris é logo o que mais vai tomar a imaginação dos mais pequenos. Como é possível que, surgindo do nada, um grande arco colorido ocupe todo o céu, sem pensarmos que existem fadas ou duendes relacionados com esse negócio? Tal como a luz intensa do relâmpago e o barulho forte do trovão fascinam (ou enchem de medo) muitas crianças, o arco-íris é um pedaço de magia ocorrendo diante de seus olhos.

Como explicar para os mais pequenos? Se você prefere dar a explicação científica desde o início, da forma mais simples, não é difícil. O arco-íris nasce de um encontro entre a luz do sol e as gotas de chuva, e é por isso que ele só aparece se tiver chuva caindo e sol brilhando ao mesmo tempo.
A luz do sol, que é branca, é feita de todas as cores. Mas para que as cores sejam separadas, é preciso que a luz encontre uma gota de água. As nuvens de chuva são feitas de muitas gotas de água, por isso quanto mais estiver chovendo, ou mais perto de você, maior poderá ser o arco-íris. Mostre à criança como o arco-íris vai desaparecer não por magia, mas apenas porque a chuva vai parar – ou porque outra nuvem vai esconder o sol.

Para mostrar à criança como criar um arco-íris artificial, tem duas formas simples, e só precisa que tenha sol lá fora. A primeira envolve colocar um pequeno espelho em um copo com água. Coloque o copo perto de uma janela, ou de forma que a luz do sol bata direto no copo. Depois, vire o espelho, flutuando dentro do copo, até que esteja refletindo a luz do sol em uma parede. Aí, você verá um arco-íris dentro de sua casa – ainda que não seja circular!

Outra forma é utilizando uma mangueira. Coloque a criança entre você e o sol. Deixe sair a água, pressionando o dedão para fazer um jato, e movendo a mangueira para cima e para baixo. A criança verá assim uma “cortina íris”, ou uma “parede íris”, em vez do arco.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • juh disse:

    Como explicar para os mais pequenos? Se você prefere dar a explicação científica desde o início, da forma mais simples, não é difícil. O arco-íris nasce de um encontro entre a luz do sol e as gotas de chuva, e é por isso que ele só aparece se tiver chuva caindo e sol brilhando ao mesmo tempo.
    A luz do sol, que é branca, é feita de todas as cores. Mas para que as cores sejam separadas, é preciso que a luz encontre uma gota de água. As nuvens de chuva são feitas de muitas gotas de água, por isso quanto mais estiver chovendo, ou mais perto de você, maior poderá ser o arco-íris. Mostre à criança como o arco-íris vai desaparecer não por magia, mas apenas porque a chuva vai parar – ou porque outra nuvem vai esconder o sol.

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade