PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Por que temos sombra?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Por que temos sombra?

Por que temos sombra?

04/05/2016
  11726   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Entenda a formação das sombras.

Quem nunca se perguntou sobre a origem das sombras? Se tem uma coisa que nos intriga é olhar para o chão e ver nossa silhueta refletida. Bom, a resposta para essa pergunta é extremamente simples e sem muitos mistérios. Primeiro, é preciso entender o que é uma sombra. A sombra, basicamente falando, é um espaço escuro originado pela ausência de luz e criado pela presença de um obstáculo. A sombra ocupa um determinado espaço atrás de qualquer objeto que esteja bloqueando uma fonte de luz à sua frente. Conforme a origem do ponto de luz, ela pode mudar de posição, bem como mover-se.

Digamos que ela seja o nome que damos a ausência da luz, sendo formada toda vez que um corpo está entre a fonte de luz e um anteparo (muro ou parede, por exemplo). Se ficarmos em pé diante de qualquer foco de luz (Sol, lâmpada, vela), teremos, então, uma sombra refletida na direção oposta de sua origem. Como exemplos, temos corpos opacos, ou seja, aqueles que não permitem passagem de luz; e corpos meio transparentes, aqueles que permitem a passagem parcial de luz (como os cristais, vidros, janelas, gelo, plástico, etc.), a depender, naturalmente, de seu grau de opacidade.

A sombra pode ser gerada de tamanhos variados, o que dependerá da distância e do corpo que está bloqueando a fonte de luz. Quanto mais perto o objeto estiver da luz, mais autêntica será o formato de sua sombra; quanto mais longe da origem de luz, maior ela ficará. Sabe-se que existem dois tipos de sombras: a sombra própria e a sombra projetada. A sombra própria é quando ela é formada pelo objeto ou por algum efeito de luz sobre o objeto. Já a sombra projetada seria um objeto que entra em contato com a luz e a gera, sendo projetada em algum plano ou noutro objeto. Nesse caso, quanto maior for sua opacidade, maior será o bloqueio da passagem de luz e, portanto, mais nítida e vívida a sombra será.

Mas, por que elas surgem?

Como já dissemos, toda vez que houver um objeto bloqueando o caminho da fonte de luz, surgirá uma sombra. Como o objeto é denso e opaco a luz não consegue transpassa-lo e é por isso que a sombra se forma. Com isso, a palavra “sombra” pode ser definida como uma região destituída de luz, ou seja, que não existe luz. Se a luz for extensa – o mais comum – teremos regiões que não serão atingidas pelos raios (regiões de sombra) e regiões que são alcançadas pelos raios. As regiões que não forem atingidas pelos raios são então chamadas de penumbra. Isso é o que ocorre durante os eclipses, por exemplo. O eclipse do Sol acontece quando a Lua interpõe-se entre o Sol e a Terra. Nisso, o Sol fica eclipsado pela Lua e isso produz um fenômeno natural sobre a Terra, deixando algumas regiões do planeta em sombra.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade