PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Prevenindo gripes e resfriados
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Prevenindo gripes e resfriados

Prevenindo gripes e resfriados

30/12/2013
  553   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Fique por dentro de algumas medidas muito importantes para manter a saúde da criança sempre em dia

Fique por dentro de algumas medidas muito importantes para manter a saúde da criança sempre em dia  Os pais e os prestadores de cuidados infantis podem ajudar a prevenir e retardar a propagação da gripe e de resfriados. A gripe (influenza) e resfriado (rinovírus) são doenças respiratórias causadas por vírus e são altamente contagiosas. Ambos podem se espalhar facilmente quando as crianças estão em um grupo, como na creche, na escola ou na família.  A gripe é mais perigosa em comparação ao resfriado comum em crianças e pode levar a problemas de saúde graves, como pneumonia ou infecções bacterianas. Todos os anos, muitas delas são hospitalizadas e algumas morrem por causa da doença.  Os recursos a seguir fornecem informações sobre a prevenção dessas doenças. Materiais e ferramentas para instalações de cuidados infantis também estão incluídos.  Proteger as crianças com condições crônicas de saúde  Crianças e adolescentes com uma doença crônica, como asma, diabetes e distúrbios do cérebro ou no sistema nervoso são de alto risco para complicações da gripe.  Informações sobre a vacina contra a gripe  A vacina contra a gripe é a melhor maneira de se proteger. Todas as pessoas a partir dos seis meses e até as mais velhas precisam tomar uma dose dela a cada ano. É fundamental que as pessoas que vivem ou cuidam de crianças, especialmente as que são menores de 6 meses, se vacinem. Veja as recomendações das autoridades de saúde (em geral as campanhas começam em março/abril).  Não existem vacinas contra os resfriados.  Combate aos germes  Como adultos, nós sabemos que é preciso lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir, espirrar ou limpar o nariz. Também é importante cobrir a própria boca e o nariz. Os pais e os prestadores de cuidados infantis podem fazer sua parte para matar germes e também para ensinar as crianças como e quando lavar as mãos.  Considere também:  • Lavar as Mãos: um poderoso antídoto para a doença; • Estratégias de prevenção germinativas; • Produtos de limpeza, sanitizantes e desinfetantes; • Prevenção da propagação da doença no cuidado da criança. Aquelas que acabaram de entrar na creche são mais vulneráveis às doenças infecciosas. Isso porque pode ser a primeira vez que elas tenham sido expostas a certos germes. Além disso, os pequenos podem ser muito jovens para terem recebido doses suficientes de vacinas recomendadas para desenvolverem imunidade.  O que os cuidadores e professores devem tomar para evitar a propagação da infecção no cuidado da criança.  Evitar a disseminação da doença em creches ou escolas:  Quando as crianças são saudáveis, elas podem ir à creche ou à escola, e os pais podem ir trabalhar. A vacina contra a gripe é a melhor maneira de garantir que todos possam continuar a participar dessas atividades importantes. No entanto, quando a criança se sente muito doente para participar das atividades ou requer cuidados além da que os responsáveis podem lhes oferecer, a criança pode ter de ficar em casa.  Por Dr. José Luiz Setúbal Fonte: American Academy of Pediatrics (Copyright © 2013)

Os pais e os prestadores de cuidados infantis podem ajudar a prevenir e retardar a propagação da gripe e de resfriados. A gripe (influenza) e resfriado (rinovírus) são doenças respiratórias causadas por vírus e são altamente contagiosas. Ambos podem se espalhar facilmente quando as crianças estão em um grupo, como na creche, na escola ou na família.

A gripe é mais perigosa em comparação ao resfriado comum em crianças e pode levar a problemas de saúde graves, como pneumonia ou infecções bacterianas. Todos os anos, muitas delas são hospitalizadas e algumas morrem por causa da doença.

Os recursos a seguir fornecem informações sobre a prevenção dessas doenças. Materiais e ferramentas para instalações de cuidados infantis também estão incluídos.

Proteger as crianças com condições crônicas de saúde

Crianças e adolescentes com uma doença crônica, como asma, diabetes e distúrbios do cérebro ou no sistema nervoso são de alto risco para complicações da gripe.

Informações sobre a vacina contra a gripe

A vacina contra a gripe é a melhor maneira de se proteger. Todas as pessoas a partir dos seis meses e até as mais velhas precisam tomar uma dose dela a cada ano. É fundamental que as pessoas que vivem ou cuidam de crianças, especialmente as que são menores de 6 meses, se vacinem. Veja as recomendações das autoridades de saúde (em geral as campanhas começam em março/abril).

Não existem vacinas contra os resfriados.

Combate aos germes

Como adultos, nós sabemos que é preciso lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir, espirrar ou limpar o nariz. Também é importante cobrir a própria boca e o nariz. Os pais e os prestadores de cuidados infantis podem fazer sua parte para matar germes e também para ensinar as crianças como e quando lavar as mãos.

Considere também:

• Lavar as Mãos: um poderoso antídoto para a doença;

• Estratégias de prevenção germinativas;

• Produtos de limpeza, sanitizantes e desinfetantes;

• Prevenção da propagação da doença no cuidado da criança. Aquelas que acabaram de entrar na creche são mais vulneráveis ​​às doenças infecciosas. Isso porque pode ser a primeira vez que elas tenham sido expostas a certos germes. Além disso, os pequenos podem ser muito jovens para terem recebido doses suficientes de vacinas recomendadas para desenvolverem imunidade.

O que os cuidadores e professores devem tomar para evitar a propagação da infecção no cuidado da criança.

Evitar a disseminação da doença em creches ou escolas:

Quando as crianças são saudáveis, elas podem ir à creche ou à escola, e os pais podem ir trabalhar. A vacina contra a gripe é a melhor maneira de garantir que todos possam continuar a participar dessas atividades importantes. No entanto, quando a criança se sente muito doente para contribuir ou requer cuidados além da que os responsáveis podem lhes oferecer, ela pode ter de ficar em casa.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: American Academy of Pediatrics (Copyright © 2013)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade