PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Computador pode ajudar os alunos com TDAH a “treinar seus cérebros”
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Computador pode ajudar os alunos com TDAH  a “treinar seus cérebros”

Computador pode ajudar os alunos com TDAH a “treinar seus cérebros”

24/03/2014
  3529   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é uma das doenças modernas mais estudadas, principalmente nos EUA, onde as estatísticas apontam que cerca de 6% das crianças possuem TDAH. O neurofeedback é um tipo de treinamento que utiliza um programa de computador para crianças com transtorno de déficit de atenção e pode contribuir para melhorias duradouras para estas crianças, de acordo com um estudo realizado em março de 2014 na edição da revista Pediatrics.

O treinamento consiste em dar feedback (resposta) imediato (visto e ouvido) para os indivíduos quanto à perda da atenção e foco. O neurofeedback treina os usuários a monitorar e mudar seus padrões de ondas cerebrais, de forma que possam melhorar a sua atenção e funcionamento executivo (um conjunto de habilidades relacionadas à aprendizagem e desempenho acadêmico).

Os pesquisadores analisaram 102 crianças e compararam a atenção e funcionamento executivo após dois tipos de treinamento que utilizam os computadores: o neurofeedback e o treinamento cognitivo. Estes alunos foram comparados com os alunos que não tinham formação em informática para o estudo.

Após seis meses, as crianças que realizaram os treinamentos apresentaram resultados significativos em determinadas áreas de atenção e aprendizagem em comparação com as crianças que não participaram do treinamento. O grupo que utilizou o neurofeedback apresentou melhoras em maior grau, em comparação aos que utilizaram apenas o treinamento cognitivo.

Este é o primeiro estudo feito para avaliar a eficácia dos treinamentos digitais para as crianças que possuem TDAH. Após os resultados, os autores identificaram os futuros da pesquisa e os avanços que este tipo de desenvolvimento concede ao cérebro.

Leia também: Leitura em voz alta pode reduzir o TDAH

Atualizado em 5 de junho de 2024

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Juscelino Domingos Pereira disse:

    Gostaria de receber mais informações sobre este programa o Neurofeedback, para saber como adquirir e como utiliza-lo.

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.