PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Covid-19 e outras doenças respiratórias: como elas são diferentes?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Covid-19 e outras doenças respiratórias: como elas são diferentes?

Covid-19 e outras doenças respiratórias: como elas são diferentes?

13/06/2022
  314   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Agora nessa época do ano, entre o outono e o inverno, com as temperaturas mais frias e o ar mais seco no sudeste e sul do Brasil, as crianças ficam mais sujeitas às doenças respiratórias. Nós do Sabará Hospital Infantil, já estamos acostumados com esse pico sazonal e nos preparamos para isso, pois o nosso pronto atendimento fica lotado, assim como a UTI e a unidade de internação. O sistema pediátrico de saúde na região metropolitana de São Paulo fica congestionado e achar uma vaga é quase impossível.

Aqui vão algumas dicas para ajudar você a tomar a decisão antes de ir ao hospital. Seu filho tem nariz entupido, tosse e febre. É um resfriado? É gripe? Ou são sintomas de covid-19? Alguns sintomas da covid, da gripe, do vírus sincicial respiratório (RSV) e do resfriado podem ser semelhantes, mas existem algumas pistas que diferenciam cada um desses vírus.

Mesmo com máscaras e vacinas, os vírus contagiosos que levam a coriza, espirros e tosse ainda estão se espalhando. Todos eles compartilham alguns sintomas semelhantes e isso pode tornar difícil diferenciá-los. Aqui estão alguns sinais que ajudam seu pediatra a descobrir que tipo de doença respiratória está deixando seu filho doente:

Os sintomas da covid-19 incluem febre, tosse, fadiga, congestão, falta de ar, dor de garganta, dor de cabeça, espirros, vômitos, diarreia e perda de paladar e olfato. Os sintomas podem aparecer de dois a 14 dias após a infecção.

Os sintomas da gripe (influenza) incluem febre, tosse, fadiga, nariz entupido, falta de ar, dor de garganta e dor de cabeça. Os sintomas aparecem cerca de um a quatro dias após a exposição a uma pessoa doente. A infecção pode causar pneumonia.

O VSR pode causar febre, tosse, fadiga, nariz entupido, falta de ar, espirros, respirações rápidas e curtas, narinas dilatadas, chiado e grunhidos, má alimentação, ausência de apetite e balançando a cabeça ou desabando no peito entre e sob as costelas com cada respiração. Geralmente, os sintomas são piores entre o terceiro e o quinto dia e duram, aproximadamente, até sete dias. A infecção causa um resfriado, que pode ser seguido de bronquiolite ou pneumonia. O RSV é comum no final do outono até o início da primavera. Em 2021, porém, a pandemia fez com que algo estranho acontecesse: o número de infecções por RSV e as taxas hospitalares aumentaram no verão. Quase todas as crianças têm infecção por RSV até seu segundo aniversário.

Os sintomas mais comuns do resfriado podem incluir febre, tosse, fadiga, nariz entupido, dor de garganta e espirros. Resfriados são infecções respiratórias superiores, que podem ser causadas por muitos vírus. Alguns deles são o rinovírus, adenovírus, coronavírus humano, vírus da parainfluenza humana, metapneumovírus humano e RSV. Crianças saudáveis ​​têm cerca de seis resfriados por ano.

As crianças podem ter mais de uma doença ao mesmo tempo? Sim. Seu médico pode se referir a isso como uma doença secundária. Não é incomum, por exemplo, que crianças com gripe ou covid-19 desenvolvam pneumonia moderada ou grave. E os sintomas do resfriado podem levar a outro problema de saúde, como uma infecção no ouvido ou sinusite.

Como alguns dos sintomas da gripe, covid-19 e outras doenças respiratórias são semelhantes, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos recomendam testes para confirmar um diagnóstico. As pessoas podem estar infectadas com gripe e covid-19 ao mesmo tempo e apresentar sintomas de ambos. No Brasil, não é comum os hospitais fazerem os painéis virais para identificar os vírus, mas o Sabará Hospital Infantil está preparado para fazer esses exames.

As vacinas são uma ferramenta eficaz para prevenir doenças graves da gripe, covid-19 e outras doenças evitáveis ​​por vacina. Manter-se em dia com as imunizações de rotina também ajuda outras pessoas. A proteção das vacinas pode ajudar a manter as pessoas que estão em risco de problemas graves de gripe, covid-19 (e suas complicações, como MIS-C) e outros vírus fora do hospital.

Todas as crianças maiores de seis meses devem tomar vacinas contra a gripe todos os anos. Vacine seu filho até o final de outubro para protegê-lo durante a temporada de gripe. Vale lembrar que todas as pessoas com cinco anos ou mais são elegíveis para receber a vacina contra a covid-19.

Não há vacina para RSV ou resfriado comum. Para o VSR, alguns bebês que correm risco de problemas graves podem receber um medicamento injetável chamado palivizumabe. Ele protege bebês que nasceram significativamente prematuros, tiveram um defeito cardíaco ou um sistema imunológico fraco.

Existem muitas outras ferramentas para ajudar a impedir que os vírus se espalhem. As crianças devem aprender a cobrir a boca e o nariz com um lenço ao tossir ou espirrar (e depois colocar o lenço no lixo imediatamente). Usar uma máscara em público ajuda a prevenir a propagação da covid-19, gripe e outros vírus. Todos devem ser incentivados a lavar as mãos com água e sabão ou usar um desinfetante à base de álcool.

Se o seu filho estiver doente e você tiver alguma dúvida ou preocupação sobre os sintomas, não hesite em ligar para o seu pediatra. E se você teve que atrasar as visitas ao pediatra durante a pandemia, é importante colocar as imunizações em dia, exames físicos esportivos e cuidados de rotina.

Fonte: Academia Americana de Pediatria (Copyright © 2022)

Saiba mais:

https://institutopensi.org.br/cenario-critico-em-utis-pediatricas-no-brasil-para-covid-19-e-outras-doencas/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/doencas-que-esquecemos-por-causa-das-vacinas/

https://institutopensi.org.br/qual-a-diferenca-entre-a-gripe-e-a-covid-19/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/precisamos-falar-sobre-os-virus-respiratorios/

 

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.