PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Cuidado: tatuagem de henna pode fazer mal
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Cuidado: tatuagem de henna pode fazer mal

Cuidado: tatuagem de henna pode fazer mal

21/11/2011
  5037   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Pouca gente sabe, mas a tatuagem de henna não é tão inofensiva. Objeto de desejo de crianças e adolescentes nas praias durante as férias de verão, elas podem provocar reações alérgicas no organismo. A alergia à henna pura, sem aditivos químicos, é rara. O transtorno, no entanto, deixa de ser incomum quando são adicionadas outras substâncias ao produto, como corantes químicos. O uso de parafenilenodiamina, que torna a secagem mais rápida, dá coloração mais intensa e melhor definição ao desenho da tatuagem, mas costuma causar problemas.

Este tipo de alergia começa com vermelhidão, coceira, calor e inchaço no local em que a tatuagem foi feita. Em casos mais graves, é possível constatar a presença de bolhas que ficam por dias na região.

Vale ressaltar que o quadro de dermatite alérgica não se manifesta no primeiro contato da pessoa com a henna. Você pode ter feito a tatuagem no verão passado e apresentar os sintomas na próxima exposição ao produto. Além disso, ainda existe a possibilidade do paciente apresentar reação cruzada com outros compostos químicos, como medicamentos e protetores solares.

Leia também: Tatuagem e os adolescentes. Você também gosta?

Como a tatuagem de henna é facilmente aplicada e é temporária, os pais não acreditam que a brincadeira pode se transformar num transtorno permanente. Além de o tratamento durar alguns dias, a criança ou adolescente não poderá tomar sol no local. Em muitos casos, pacientes que sofrem com a alergia ainda podem ficar com a pele manchada.

Antes de fazer a tatuagem, é ideal que os pais perguntem para o profissional se ele usa a parafenilenodiamina. E mais: após secar, a henna natural tende para o marrom escuro. Sendo assim, a coloração da tatuagem indica se a substância foi usada ou não. Quanto mais escura, mais alergênica. A que não tem o composto químico também costuma demorar mais para secar e não dura tanto tempo, diferentemente da henna turbinada com a parafenilenodiamina.

Conheça o Departamento de Alergia e Imunologia do Hospital Infantil Sabará

Atualizado em 8 de fevereiro de 2024

Dra. Fátima Fernandes

Dra. Fátima Fernandes

Diretora Executiva do Instituto PENSI. Graduada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, com Residência Médica em Pediatria pelo Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. É mestre em Alergia e Imunologia pela Universidade Federal de São Paulo e possui MBA em Gestão em Saúde pelo IBMEC.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.