PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Estágio Observacional Sabará-PENSI: 60 horas de aprendizado
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Estágio Observacional Sabará-PENSI: 60 horas de aprendizado

Estágio Observacional Sabará-PENSI: 60 horas de aprendizado

31/01/2023
  1450   
  6
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Heloísa Ionemoto, gerente médica de educação continuada do PENSI, mostra aos estudantes de medicina o funcionamento do SimBaby, o robô que representa um paciente de nove meses: simulação realística para evitar erros

 

O ano começou agitado para 35 alunos de medicina de todo o país. As duas primeiras turmas de acadêmicos participantes do Estágio Observacional Sabará-PENSI de 2023 concluíram seus programas de treinamento em janeiro com um sorriso no rosto e maior experiência teórica e prática para enriquecer a vida profissional. Outras duas turmas também deverão fazer seus ciclos de estágio a partir de julho.

O Estágio Observacional foi criado em 2013 para oferecer aos estudantes de medicina a possibilidade de acompanhar — com a supervisão de profissionais — as rotinas do Sabará Hospital Infantil e do Instituto PENSI, instituições que fazem parte da Fundação José Luiz Egydio Setúbal (FJLES), em suas divisões assistencial e de ensino e pesquisa.

Ao longo do programa com duas semanas de duração — 60 horas, no total —, os alunos têm contato direto com diversas áreas além da medicina: enfermagem, farmácia, psicologia, nutrição, fisioterapia, pesquisa clínica, voluntariado, humanização e child life specialist,  profissionais cuja função é ajudar a criança hospitalizada e a sua família a enfrentar essa experiência de forma positiva com brincadeiras, preparação, educação e atividades de autoexpressão.

Os estudantes também têm aulas teóricas no Instituto PENSI, além de conhecerem os projetos sociais, como, por exemplo, o ambulatório PAPE, que atende crianças do SUS, incluindo o ambulatório especializado em Transtorno do Espectro Autista, em cooperação com a Secretaria de Saúde do Município de São Paulo.

Também veem, na prática, o dia a dia do pronto-socorro, da unidade de terapia intensiva (UTI) e do centro cirúrgico do Sabará Hospital Infantil. “Trata-se de um estágio completo, que incentiva não só o interesse pela pediatria, mas explica como funciona um hospital em sua integridade, mostrando a logística e a interação entre as equipes e a assistência com o ensino e a pesquisa”, afirma Fátima Rodrigues Fernandes, diretora executiva do Instituto PENSI e coordenadora do programa. “Queremos apresentar aos alunos a nossa pediatria e contribuir para a formação de cada um deles. A ideia é que eles saiam daqui com uma visão de vida real.”

 

A bióloga Maria da Luz Fernandes mostra aos estudantes o laboratório do PENSI: concebido para a realização de pesquisas integradas e multidisciplinares

 

O Sabará Hospital Infantil figura como uma das poucas instituições hospitalares exclusivamente pediátricas no mundo a ter o selo da Joint Commission International (JCI), o mais importante órgão certificador de qualidade de instituições de saúde. Ao final do programa, cada acadêmico recebe um certificado oficial.

“Foi uma experiência muito gratificante”, conta a estudante de medicina Iliana Pinto Torres, uma das estagiárias da primeira turma do ano, que concluiu em 13 de janeiro. Quintanista do Centro Universitário Tiradentes (Unit), de Alagoas, ela diz que escolheu a profissão para que possa promover o cuidado com a saúde e contribuir para que o bem-estar de seus pacientes seja garantido, com melhora da qualidade de vida. “Medicina é a arte de cuidar da vida.”

É o primeiro estágio de Iliana, e a estudante gostou da vivência durante as duas semanas do programa. “É uma instituição muito organizada no cuidado da saúde das crianças, possui todas as especialidades e tem alta tecnologia e uma estrutura maravilhosa voltada ao público infantil. Foi incrível poder participar da rotina da pediatria em um local tão acolhedor, sem contar os novos conhecimentos, atualizações e aprendizagens que adquiri com os profissionais durante todo o estágio e durante as aulas teóricas diárias.”

 

A estagiária Iliana Pinto Torres (de amarelo), quintanista do Centro Universitário Tiradentes, de Alagoas, no centro cirúrgico: “Foi incrível poder participar da rotina da pediatria em um local tão acolhedor”. Foto: Arquivo pessoal

 

A UTI pediátrica do Sabará foi uma das áreas com as quais a estudante mais se identificou. “É um ambiente capaz de promover qualidade de assistência, com profissionais altamente especializados, além de um cuidado humanizado com a participação da família”, conclui.

Outra participante do primeiro Estágio Observacional Sabará-PENSI deste ano, a futura médica Ana Paula de Matos Gomes, estudante do quinto ano na Universidade Nove de Julho, campus Guarulhos, já havia feito estágios programados nas unidades curriculares da sua universidade, como Hospital Geral de Guarulhos e Hospital Municipal da Criança e do Adolescente de Guarulhos, além de unidades básicas de saúde daquela região. Ela conta que foi indescritível a grandeza do programa: “É uma experiência mista, pois tivemos contato com as unidades de internação e de terapia intensiva, pronto-socorro e centro cirúrgico”.

A estudante ficou impressionada com a infraestrutura que o Sabará Hospital Infantil oferece aos pacientes. “A preocupação desde a uniformização dos profissionais da limpeza até os inúmeros protocolos, tudo é pensado para dar um atendimento de qualidade. Com certeza serei médica neste hospital.” Ana Paula também viu muito valor na parte teórica do Instituto PENSI. “Os conteúdos foram de suma importância para nós, acadêmicos, como a aula de protocolos clínicos de sepse e Suporte Básico de Vida (BLS), com a magnífica doutora Heloísa.”

Duas áreas cativaram Ana Paula, que pretende seguir a especialidade de pediatria: “A unidade de terapia intensiva — pelos desafios que apresenta diariamente e por lidar com casos de extrema complexidade — e a cirurgia pediátrica, que também me encantou por abordar cirurgias de baixa, média e alta complexidade”. Para ela, todo o conteúdo do Estágio Observacional deve ser crucial para agregar valor a seu conhecimento profissional. “Vai contribuir para meu currículo acadêmico. Experiências como essa são valiosas; pude acompanhar casos raros, síndromes genéticas e também as ocorrências mais frequentes nos pronto-atendimentos.”

Sua colega Marília Diogo Moço Souza também considerou muito útil o primeiro Estágio Observacional Sabará-PENSI de 2023. “Ele nos ofereceu uma visão ímpar do funcionamento interno deste grande hospital pediátrico, experiência que recomendo a todos os interessados em aprender sobre o cuidado médico com a criança”, diz a estudante da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Marília surpreendeu-se principalmente com a tecnologia de ponta e o ambiente acolhedor para os pequenos pacientes. “Exemplos que me chamaram a atenção foram, respectivamente, o elevador pneumático de medicações, que atende aos andares em poucos segundos, e a sala de ressonância magnética, que simula uma nave espacial para distrair o paciente durante um exame estressante. Toda a estrutura do hospital reflete os objetivos primários do atendimento de excelência e com humanização.”

A estudante de medicina ainda não decidiu se vai seguir na área da pediatria, mas afirma que o estágio trouxe informações preciosas sobre como atender o paciente infantil. “Fui feliz na escolha desse estágio porque vi a abordagem humanizada e multiprofissional que o Sabará promove como parte importante da minha formação como médica e que aplicarei na minha carreira profissional.”

Por Rede Galápagos

 

Leia mais:

A experiência única da residência em pediatria

PENSI premia pesquisa sobre cuidados de fim de vida em UTIs pediátricas brasileiras

Comunicação PENSI

Comunicação PENSI

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Carla Santiago F. G. Guatura disse:

    boa tarde! sou estudante de medicina da pucsp, estou no quarto ano e gostaria de saber se em julho haverá algum estágio! obrigada!

    • Comunicação PENSI disse:

      Olá Carla, boa tarde! Agradecemos o contato e ficamos felizes com o seu interesse em nosso estágio! Sim, teremos uma nova turma em julho. Em breve, as inscrições devem abrir em nosso site. Divulgaremos nas redes sociais também 😉

  • Vanderléia Mendes disse:

    Bom dia.

    Sou estudante de medicina do 6º perído e somente após 18 dias aguardando os documentos necessários para a inscrição no estágio de julho/2023 recebi os documentos. Como faço para me inscrever?

    • Comunicação PENSI disse:

      Olá Vanderléia! Agradecemos o contato e ficamos felizes com o seu interesse! O período oficial de inscrições ainda não foi anunciado. Assim que definido, vamos divulgar por aqui e em nossas redes sociais.

  • Fernanda torres nicolini disse:

    Bom dia! A partir de qual semestre de medicina é permitido para participar do estágio?

    • Comunicação PENSI disse:

      Olá Fernanda, boa tarde! O Curso Teórico-Prático de Pediatria Hospitalar (antigo “Estágio Observacional” do Instituto PENSI) é destinado a acadêmicos que estejam cursando a partir do 5º período em Medicina. Atenciosamente, Instituto PENSI.

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.