PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Hospital Amigo da Criança ajuda mães a atingirem metas de amamentação
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Hospital Amigo da Criança ajuda mães a atingirem metas de amamentação

Hospital Amigo da Criança ajuda mães a atingirem metas de amamentação

10/05/2022
  71   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

“A amamentação é um dos investimentos mais eficazes que um país pode fazer para garantir uma população mais inteligente e saudável” (OMS, 2017).

Em tempos de aumento da insegurança alimentar, a estratégia de aumentar as taxas e o tempo de aleitamento materno pode ser uma das mais eficientes para evitar a desnutrição e as lesões cerebrais no recém-nascido. O estudo americano que menciono abaixo vem confirmar o que já se sabe há muito tempo: da eficiência dos hospitais amigos da criança em aumentar as taxas do aleitamento materno.

De acordo com um estudo publicado na revista Pediatrics de abril de 2022, as mães que deram à luz em hospitais que apoiaram a amamentação com práticas específicas de assistência à maternidade eram mais propensas a cumprir suas intenções de amamentação, resultando em bebês amamentados sem suplementação de fórmula um mês após o nascimento.

A “Iniciativa Hospital Amigo da Criança” (IHAC) é uma estratégia da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) planejada no Brasil em 1992 pelo Ministério da Saúde, que tem como objetivo aumentar a prevalência do aleitamento materno. Desde que foi lançada, a iniciativa tem crescido, com mais de 20 mil hospitais credenciados em mais de 156 países.

Vale ressaltar que o estudo “Práticas de Cuidados na Maternidade e Intenções de Aleitamento Materno em um Mês entre Mulheres de Baixa Renda” confirmou a relação entre a amamentação e o fornecimento de práticas de assistência à maternidade de apoio à amamentação entre mulheres de baixa renda, pois sabe-se que esse público corre maior risco de não amamentar.

A amamentação bem-sucedida é relacionada a diversos fatores:

  • Bebês saudáveis nascidos em Hospitais Amigos da Criança têm menos risco de intervenções desnecessárias logo após o parto.
  • O contato pele a pele com a mãe logo após o nascimento, a amamentação na primeira hora de vida ainda na sala de parto e o alojamento conjunto foram mais frequentes nessas instituições.
  • É fundamental trabalhar os processos clínicos integrados em rede, desde o pré-natal nas unidades de saúde de referência da maternidade.
  • Os gestores devem apoiar as ações em educação permanente com mães e profissionais de saúde, não somente nos hospitais, mas nas unidades básicas de apoio.
  • Os Hospitais Amigos da Criança são referência em qualidade e humanização do atendimento durante todas as etapas da gestação, parto, nascimento e período neonatal precoce.

Quanto mais passos do programa as mulheres experimentaram, maior a probabilidade de atingirem a sua intenção, conclui o estudo. Não fornecer suplementação de fórmula hospitalar foi um fator chave associado ao cumprimento das intenções.

A Sociedade Brasileira de Pediatria, a Academia Americana de Pediatria e as Diretrizes Dietéticas dos EUA recomendam a amamentação exclusiva por cerca de seis meses, seguida pela introdução de alimentos complementares e amamentação continuada por 12 meses ou mais, conforme mutuamente desejado pela mãe e pelo bebê.

 

Saiba mais:

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/beneficios-do-leite-materno-no-sistema-imunologico-do-bebe/

https://institutopensi.org.br/aleitamento-materno-uma-unanimidade/

https://institutopensi.org.br/o-aleitamento-materno-nao-pode-ser-sabotado/

 

Fontes:

  • Pediatrics MARCH 07 2022

Maternity Care Practices and Breastfeeding Intentions at One Month Among Low-Income Women

Jennifer L. Beauregard, PhD, MPH; Jennifer M. Nelson, MD, MPH; Ruowei Li, MD, PhD; Cria G. Perrine, PhD; Heather C. Hamner, PhD, MS, MPH

  • https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/iniciativa_hospital_amigo_crianca_modulo1.pdf
Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.